Bauru e grande região

Esportes

Copa Paulista: zagueiro Cazão consegue a liberação do Noroeste

04/09/2013 - 05h00

Depois de Bonfim, que deixou o Noroeste na última sexta-feira para se transferir para o Monte Azul (onde inclusive já treina), ontem foi a vez de outro zagueiro acertar sua saída do clube. Também afastado do grupo pelo técnico Edinho Machado, Cazão, 26 anos, conseguiu sua liberação do Alvirrubro pela esfera judicial – o contrato do atleta tinha validade até novembro. “Conquistamos a desvinculação do Cazão junto ao Noroeste na própria Justiça do Trabalho de Bauru. O atleta deve ser emprestado”, garantiu Mauro Costa, diretor do Sindicato dos Atletas Profissionais do Estado de São Paulo, em entrevista ao JC.

Segundo ele, o sindicato deve procurar o mesmo caminho (Justiça do Trabalho) para liberar o lateral esquerdo Júnior Maranhão, outro afastado do grupo que disputa a Copa Paulista.

Além dele, outros quatro jogadores que foram afastados ainda não tiveram suas situações definidas e seguem treinando em separado - e sem receber salários. É o caso do também zagueiro Wallace, do lateral Esquerdinha, do volante Rogério e do meia Vinícius. Já o atacante Valdir foi reintegrado ao elenco noroestino.

O gerente de futebol Josimar Higino se limitou a dizer que “esse assunto deveria ser tratado exclusivamente com o presidente Anis Buzalaf Júnior”. Procurado pela reportagem, Buzalaf não atendeu as ligações.

Com salários atrasados, sem definição das prometidas dispensas e ainda esperando o aporte financeiro do grupo de empresários liderados pelo ex-presidente Toninho Gimenez, o Noroeste volta a campo no sábado, diante da Francana, ainda tentando uma classificação na fase de grupos da Copa Paulista - competição vencida pelo centenário em 2012. 


Clube suspenso novamente

O Noroeste foi novamente incluído na lista de “clubes suspensos” da Federação Paulista de Futebol (FPF), em ata publicada ontem pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD). A punição passa a valer a partir do quinto dia útil da publicação, portanto, na próxima quarta-feira, dia 11, segundo a assessoria de imprensa da FPF.

O motivo da inclusão do Norusca no Despacho 16/2013, que suspende outros seis clubes, foi a devolução de um cheque no valor de R$ 557,20, usado para pagar a taxa de arbitragem do jogo contra o Votuporanguense, no dia 24 de agosto, pela última rodada da primeira fase do Campeonato Paulista sub-20.

Apesar de não impedir o jogo do Alvirrubro contra a Francana neste final de semana, pela Copa Paulista, o clube terá que acertar a pendência até a próxima terça-feira, para não perder por W.O. na última rodada, diante do Linense, e também nas partidas pelo Paulista sub-17. Na ata de ontem, o Noroeste ainda foi multado em R$ 1.800,00 pelo atraso em 36 minutos para o início da partida do sub-17 contra a Portuguesa, também no dia 24, em Bauru.