Bauru e grande região

Esportes

Paulistão: Reencontro

Rodado, Palmeiras abre mata-mata contra "velho conhecido" Novorizontino

23/03/2019 - 07h00

O Palmeiras começa o primeiro mata-mata da temporada respaldado pelos vários testes e observações feitos no time neste começo de ano e pelo histórico favorável contra o adversário. A partir das 17h de hoje, Estádio Jorge Ismael De Biasi, a equipe volta a enfrentar nas quartas de final do Campeonato Paulista o Novorizontino, mesmo adversário de quem ganhou nos dois últimos anos.

O time do técnico Luiz Felipe Scolari inicia a reta decisiva do Estadual após testar 30 jogadores diferentes nos primeiros jogos do ano. O variado elenco palmeirense dá a Felipão a chance de trocar jogadores sem perder o nível técnico em campo. A boa condição, no entanto, virou motivo de alerta para a equipe não se acomodar à condição de favorita contra o Novorizontino.

O zagueiro Antônio Carlos contou que o treinador conversou com grupo e avisou que o adversário desta tarde tem como motivação se vingar das duas eliminações para o Palmeiras nos anos anteriores. "É a terceira oportunidade de eles darem a vida. Sabemos que o Novorizontino é uma equipe muito boa e rápida. Nós trabalhamos a maior parte da semana para fazer com que a gente não sofra tanto. Sabemos que será um jogo difícil fora de casa", disse.

Em 2017 e 2018, o Palmeiras passou pelo Novorizontino nas quartas de final com duas vitórias em cada um dos confrontos e placares confortáveis, com direito a uma goleada por 5 a 0 no ano passado, no Allianz Parque.

Após marcar contra o Novorizontino nos dois últimos anos, Dudu considera o momento atual bem diferente. "Este ano é outro campeonato, outro momento, e a gente sabe que serão duas partidas bem complicadas. O Novorizontino demonstrou muita qualidade na primeira fase do Paulista e não podemos bobear", disse o jogador.

Novorizontino

O Novorizontino já está calejado de enfrentar o Palmeiras nas quartas de final do Paulistão. E desta vez o elenco do técnico Roberto Fonseca acredita que pode construir o bom resultado diante da sua torcida.

"O retrospecto e o histórico sempre é algo interessante para a imprensa e para a torcida. Mas o que vale é o momento, no caso estes dois jogos. Queremos aproveitar bem o fator campo, para depois pensar em algo mais no jogo em São Paulo", comentou Roberto Fonseca, que qualificou o Palmeiras como "maior elenco do Brasil".

Roberto Fonseca já sabe que vai ter dois desfalques importantes. O goleiro Vagner e meio-campo Matheus Sales pertencem ao Palmeiras e não podem atuar por força de contrato. O primeiro é titular absoluto e deve gerar uma dor de cabeça para o treinador O goleiro atuou todos os 12 jogos da primeira fase e vai ter que ceder seu lugar para o experiente Oliveira, de 37 anos, que disputou a Série B com o Guarani em 2018. Está, portanto, sem ritmo, o que pesa para a função de goleiro.