Bauru e grande região

Esportes

Moro vai de terno e gravata ver jogo do Flamengo com Bolsonaro

12/06/2019 - 22h35

Dida Sampaio/Estadão Conteúdo 
 
Moro vai, de terno e gravata, ver jogo do Flamengo com Bolsonaro 

Três dias após vir à tona diálogos que levantaram suspeita sobre a sua imparcialidade nos julgamentos da Lava Jato, o ministro da Justiça, Sergio Moro, acompanhou o presidente Jair Bolsonaro na noite desta quarta-feira (12) na tribuna de honra do estádio Mané Garrincha, em Brasília.

Minutos antes do início da partida entre Flamengo e CSA, pelo Campeonato Brasileiro, os dois surgiram para os torcedores. O presidente e assessores, em trajes informais. Moro, o único de terno e gravata.

Momentos depois, Bolsonaro vestiu uma camisa do Flamengo que recebeu de uma pessoa da arquibancada logo abaixo da tribuna.

Nesse momento foi bastante aplaudido e apoiado, apesar de um ou outro xingamento vindo das arquibancadas. Logo em seguida, pediu que outro torcedor desse uma camisa para que Moro vestisse.

O ministro da Justiça, mostrando certo desconforto, despiu-se do paletó e vestiu a camisa do time de futebol por cima da camisa social. Houve aplausos e um breve coro de apoio.

Menos de um minuto depois, ele tirou a camisa e devolveu ao torcedor.

O ministro da Justiça fez por várias vezes gesto de "V" de "vitória", além de erguer o punho, sempre demonstrando estar pouco à vontade no papel de torcedor.

Ele e Bolsonaro receberam apoio de torcedores que estavam na região perto da tribuna, apesar de um ou outro xingamento esporádico e um grito de "Lula livre ".

Momentos antes do jogo chegaram o ministro Paulo Guedes (Economia) e o vice-presidente, Hamilton Mourão.