Bauru e grande região

Esportes

Éder Militão sente dores no quadril e será reavaliado pela seleção hoje

por Estadão Conteúdo

16/06/2019 - 12h00

O zagueiro Éder Militão sentiu dores no quadril e deixou o treinamento da seleção brasileira antes do final na tarde deste sábado, na Academia de Futebol, o CT do Palmeiras em São Paulo. Ele está fazendo tratamento com fisioterapia e continua em observação. O jogador será reavaliado neste domingo, mas não há previsão de realização de exames para constatar a gravidade da lesão. 

O ex-jogador do São Paulo, que foi vendido recentemente do Porto ao Real Madrid, escorregou durante o treinamento de ataque contra defesa e abandonou o gramado mais cedo acompanhado do médico Rodrigo Lasmar. Militão e Miranda são os reservas de Marquinhos e Thiago Silva. 

O treinamento deste sábado, o primeiro após a vitória sobre a Bolívia, na estreia na Copa América, contou com a participação dos reservas e atletas que não jogaram 90 minutos. Os titulares fizeram exercícios regenerativos no interior da academia. Completaram o treino o goleiro Lucas Bergantin e o volante Patrick, ambos do Palmeiras, e o lateral-direito Carlinhos, o lateral-esquerdo Weverson e os zagueiros Felipe e Facundo, todos do São Paulo.

O técnico Tite comandou trabalhos específicos com bola aérea e jogadas rápidas em campo reduzido. Foi um treinamento leve, típico dos dias posteriores aos jogos. A delegação embarca à noite para Salvador, onde enfrenta a Venezuela às 21h30 de terça-feira, na Fonte Nova.