Bauru e grande região

Esportes

Nos ares do México

Marivaldo Brito disputa Mundial Pylon Racing, em Guadalajara

por Bruno Freitas

11/09/2019 - 06h00

Arquivo pessoal

Marivaldo "bateu na trave" do Mundial em 2008, nos EUA

Bauru será representado, neste final de semana, dias 15 e 16, no Mundial de Aeromodelismo, que ocorre na cidade de Guadalajara, no México. O bauruense Marivaldo Brito irá disputar o concorrido Pylon Racing, que reunirá pilotos de aeromodelismo de vários países, sendo a maioria do próprio México, dos EUA e Brasil. A categoria que irá sobrevoar o Guadalajara Club de Aeromodelismo tem as máquinas mais rápidas do aeromodelismo, podendo alcançar até 500 km/h.

Marivaldo pratica o aeromodelismo há cerca de 40 anos. Entre seus principais títulos, estão o tricampeonato brasileiro, tricampeonato paulista e um vice-campeonato mundial, ocorrido em 2008, no estado da Flórida, EUA. Seu título mais recente foi no mês passado, quando sagrou-se campeão da Copa Pylon Brasil, em Sumaré, com aeromodelo tipo "sport", que alcança velocidade mais baixa, de até 180km/h.

PARTIU MÉXICO

No Mundial, Marivaldo terá que controlar seu aeromodelo em provas que reúnem oito baterias classificatórias no sábado e outras oito no domingo. O circuito da competição têm 4 mil metros, onde sobrevoam quatro aviões por vez.

No Pylon Race é preciso alinhar alta velocidade com curvas ágeis. Além do voo em área reta, os aeromodelos precisam contornar três mastros com 200 metros de distância entre eles. O tempo deste percurso leva em média, de acordo Marivaldo, 60 segundos.

Serão necessárias 10 voltas por cada bateria. Ainda de acordo com ele, os pilotos devem levar em conta, na competição, o fator altitude, já que Guadalajara fica a 1.560 metros acima do nível do mar, deixando o ar mais rarefeito.

"Estou indo antes da competição para o México para poder treinar devido a altitude e oxigênio, já que interferem na velocidade e regularidade do voo. Terei apenas dois dias para me habituar. Mas, apesar disso, a minha expectativa é a melhor possível. A disputa do Mundial é fruto de trabalho de muitos anos. Estou indo para me divertir. Se eu ganhar o título, vai ser consequência", disse Marivaldo Brito. Para esta competição internacional, ele conta com patrocínio da Uniodonto.

Você sabia?

O Pylon Race tem aeromodelos que alcançam entre 300 e 500 km/h. O de Marivaldo Brito, um Q40, pesa 1,8 quilo e tem envergadura de 1,2 metro. O valor estimado destes aeromodelos de alto desempenho é em média

4 mil dólares.

Ler matéria completa