Bauru e grande região

por Leonardo de Brito

09/11/2019 - 06h00

O Palmeiras está 8 pontos distante do líder, mas vem de vitórias seguidas (a última contra o Vasco) ainda sonha com o título e precisa bater o Corinthians esta noite para seguir na luta de encostar no Flamengo. Só que o Alvinegro também necessita ganhar para se manter no G6. O Alviverde tem mais chances de vencer, porém, o rival mostrou poder de reação após a saída de Carille, ao vencer o Fortaleza de virada. O Dérbi será no Pacaembu, 7º jogo do Verdão como mandante fora do Allianz Parque. O Palmeiras perde em bilheteria mas tem bom retrospecto no emblemático Estádio Municipal: 18 vitórias, 3 empates e 3 derrotas desde 2015

Metas

O Santos venceu o Avaí 4ª feira, quer pontuar para seguir em 3º e encaminhar vaga na Libertadores. O Goiás é o 10º, tenta se reabilitar da derrota para o Atlético-MG, e sua meta é a Sul-Americana. O jogo entre paulistas e goianos abre às 17h de hoje no Serra Dourada, a 32ª rodada do Brasileirão. Não aponto favorito apesar do Peixe viver melhor fase

Irresistível

Mesmo sem jogar bem, Flamengo venceu o Botafogo (joga pouco e bate muito) no tumultuado clássico, segue líder folgado, é virtual campeão, afundou rival carioca na degola e deixa Palmeiras com 2% de ganhar o título

Decepção

Fora do G4, São Paulo abusou do direito de jogar mal na derrota para o Fluminense. O problema não é o técnico e nem cartolas. Culpados pelos fiascos são os jogadores

Telinha

Para a CNN, maior rede de TV do mundo, Palmeiras x Corinthians é o 9º maior clássico do planeta. A CNN Brasil estréia em 2020, na Avenida Paulista, antigo prédio do Banco Real, na frente do metrô Trianon

Memória

Brasileiro de 2016: Palmeiras 1 x 0 Corinthians no Pacaembu, gol de Dudu. Árbitro: Flávio de Souza. Público: 23 mil. Palmeiras: Fernando Prass; Jean Thiago Martins, Vitor Hugo e Egídio; Arouca, Gabriel (Thiago Santos), Zé Roberto e Robinho (Dudu); Gabriel Jesus e Alecsandro. Técnico: Cuca. Corinthians: Cássio; Fágner, Felipe, Yago e Uendel; Bruno Henrique, Elias (Maycon), Giovanni Augusto e Romero; Luca (Danilo) e André. Técnico: Tite

Aquele abraço

Aquele abraço Bertinho Silvestrini, o Rei da Zona Norte

Ler matéria completa