Bauru e grande região

 
Esportes

Santacruzense desiste de disputar Bezinha em 2020

Justificativa é a falta de condições técnicas e financeiras em decorrência da longa paralisação

09/06/2020 - 05h00

A Esportiva Santacruzense decidiu não participar do futebol profissional em 2020. De acordo com o jornal Debate, de Santa Cruz do Rio Pardo, em reportagem assinada por Sérgio Fleury Moraes, a direção do clube informou, na semana passada, a desistência de disputar a Série B do Campeonato Paulista, quarta divisão estadual. A justificativa é a falta de condições técnicas e financeiras em decorrência da longa paralisação por causa da pandemia de coronavírus e protocolos que serão exigidos para os jogos.

Segundo o jornal, o presidente da Santacruzense, Luciano Rosalém, o Galeguinho, informa que recebeu a garantia de que não haverá qualquer punição ao clube por parte da entidade que comanda o futebol estadual. A Bezinha tinha início previsto para abril, mas foi suspensa por prazo indeterminado por causa da pandemia de coronavírus e segue sem data prevista para começar. A FPF garante que o campeonato será realizado nesta temporada e pode se estender até o final de 2020.

Galeguinho explicou que os protocolos que serão exigidos na retomada do futebol inviabilizam a participação da Santacruzense na competição. "Além dos estádios vazios, a Saúde deverá impor uma série de regras e nem mesmo as viagens de ônibus podem ser autorizadas. Então, ficou muito difícil", afirmou em entrevista ao Debate. "E não tivemos outra alternativa a não ser desistir de qualquer atividade neste ano, pois o campeonato deve durar somente três meses", completou.

Com patrocinadores definidos e elenco treinando, a Santacruzense chegou a alugar duas moradias na cidade para servir de alojamento aos jogadores. Além disso, a comissão técnica estava definida e a diretoria havia contratado massagista, copeiro e cozinheiro. "O grupo todo tinha em torno de 30 pessoas", explicou Galeguinho.  Todos foram dispensados e as residências, devolvidas.

"Infelizmente, esta demora prejudicou todos os nossos planos", disse o presidente da Santacruzense, explicando que todas as despesas do desmanche do time foram pagas pelos patrocinadores, que não suspenderam a verba até o mês passado. Galeguinho revela que outros clubes da Bezinha enfrentam dificuldades semelhantes e também podem anunciar a desistência da temporada.

Ler matéria completa