Bauru e grande região

 
Esportes

Afastamento

Grupo de oposição do Corinthians aciona Justiça e pede saída imediata de Andrés Sanchez

30/06/2020 - 05h00

Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Oposição justifica pedido de saída com empréstimo de R$ 70 milhões efetuado por Andrés sem ter solicitado aprovação interna

Um grupo de oposição do Corinthians chamado "Frente Liberdade Corinthiana" impetrou nesta segunda-feira (29) uma ação na Justiça para pedir o afastamento imediato de Andrés Sanchez da presidência do clube. Os 21 conselheiros e sócios que entraram com o processo na 4ª Vara Cível do Tatuapé criticam o dirigente por gestão temerária e por desrespeitar o estatuto da equipe.

Em publicação nas redes sociais, a Frente Liberdade Corinthiana confirmou que entrou com o pedido. "Como anunciado, hoje temos importante notícia para quem ama o Corinthians. A Frente Liberdade Corinthiana acabou de protocolar no Fórum do Tatuapé ação pedindo o imediato afastamento de Andrés Sanchez do cargo de presidente do Corinthians", escreveu o grupo de opositores.

O argumento para embasar o pedido de afastamento do presidente é que em 2019 o clube pegou empréstimo com dois bancos e contraiu dívida de R$ 70 milhões sem ter solicitado previamente aprovação interna. Caso Andrés seja afastado, a presidência passaria a ser ocupada por Edna Murad Hadlik, primeira vice-presidente do clube. Andrés está no comando do clube desde março de 2018 e tem mandato até o fim deste ano.

VENDAS

O Corinthians se aproxima dos R$ 100 milhões com vendas de atletas nesta temporada. Grande parte deste valor foi arrecadado com a negociação do meia Pedrinho ao Benfica, de Portugal por 20 milhões de euros (cerca de R$ 123 milhões), mas o Corinthians embolsará cerca de R$ 80 milhões, já que possuía 70% dos direitos.

A venda recente do atacante André Luis para Daejeon Hana Citzen por US$ 2,2 milhões de dólares (aproximadamente R$ 11 milhões) também ajudou o Corinthians a se aproximar dos R$ 100 milhões em vendas, já que o clube tem direito a metade do valor: R$ 5,5 milhões.

Antes deles, o Corinthians já havia negociado o atacante Clayson para o Bahia por R$ 3 milhões, e o volante Junior Urso por R$ 3,5 milhões ao Orlando City, dos Estados Unidos.

Ler matéria completa