Bauru e grande região

 
Esportes

Sesi Bauru enfrenta Osasco na abertura da final do Paulista

Decisão do título Estadual será em dois jogos, com golden set em caso de empate

17/10/2020 - 05h00

Marcelo Ferrazoli/Sesi-SP

A ponteira Suelle destaca evolução do Sesi ao longo da competição e afirma que time chega preparado e confiante para a final

Chegou a hora da decisão. O Sesi Vôlei Bauru entra em quadra, às 21h30, deste sábado (17), no Ginásio José Liberatti, para encarar o Osasco na abertura da final do Campeonato Paulista feminino de vôlei 2020. O time bauruense busca o bicampeonato em sua segunda final na competição. As equipes se reencontram em uma série decisiva após se enfrentarem em 2018, temporada que marcou o primeiro título do Bauru. A decisão do título Estadual será em dois jogos, com golden set em caso de empate, para definir o campeão. O segundo está agendado para a terça-feira (20), também às 21h30, no ginásio Panela de Pressão, em Bauru.

O Sesi chega à decisão com campanha impecável até o momento. Foram sete jogos e sete vitórias, uma delas diante do próprio Osasco, e apenas um set perdido. Nas semifinais, o time bauruense passou pelo Pinheiros com dois 3 sets a 0. No entanto, para o técnico do Bauru, Anderson Rodrigues, o retrospecto e o excelente desempenho alcançados devem ser deixados de lado a partir de agora. Um exemplo recente é a eliminação para o São Paulo no Estadual de 2019, quando time também tinha grande campanha e caiu em Bauru com derrota no jogo e golden set.

"Não vai (o retrospecto) influenciar em nada. Agora é um outro campeonato em que se zera tudo. Pode-se fazer uma excelente fase classificatória e chegar em uma semifinal ou final e perder. Por isso, temos de ter as partes emocional e disciplinar, tanto taticamente como tecnicamente, muito bem treinadas. Só assim conseguiremos ter bons resultados", analisa o treinador pela assessoria de imprensa do Sesi.

Já a ponteira Suelle enfatiza que enfrentar Osasco em uma final é um desafio gigante, especialmente pela tradição - o rival é o maior campeão estadual - e qualidade do elenco adversário, o que exige uma preparação especial. "Temos de reconhecer nossa evolução ao longo da competição, pois começamos de uma forma e chegamos completamente diferentes na final, mais preparadas e confiantes. E, na semana de uma final, precisamos nos preparar de forma um pouco diferente e mais intensa psicologicamente e tecnicamente. Teremos um enorme desafio pela frente, pois Osasco tem um elenco muito forte e experiente e com grande poderio de ataque", destaca a atleta.

OSASCO

O Osasco disputa sua 10ª final consecutiva de Paulista e em busca do 15º título estadual. O time foi campeão nos anos de 2001, 2002, 2003, 2004, 2005, 2006, 2007, 2008, 2012, 2013, 2014, 2015, 2016 e 2017. Das últimas nove finais consecutivas, levantou o troféu em sete oportunidades, com aproveitamento próximo aos 80%. Nesta edição da competição, a equipe soma seis vitória em sete jogos. A única derrota foi justamente para o Sesi Bauru. "Treinamos forte, estudamos muito o Sesi Bauru para entrar em quadra com foco total em executar o plano tático elaborado pelo Luizomar e sua comissão técnica para conquistar essa vitória", garante a líbero Camila Brait.

A oposta Tandara avalia que as equipes evoluíram desde o último encontro. "Sempre fazemos jogos duros e não fomos bem contra elas na fase de classificação. Serviu de lição e evoluímos desde então. Tenho certeza que agora vai ser diferente e vamos buscar essa vitória para colocar uma mão na taça", analisa. Para a jogadora, Osasco precisa ter a mesma atitude da série semifinal, na qual bateu o São Paulo por 3 sets a 0 nas duas partidas. "Jogamos com foco e paciência, especialmente no segundo jogo, no Liberatti. Erramos, pouco, fomos agressivas no saque e defendemos muito, com o bloqueio tocando em quase todas as bolas. Temos que manter essa pegada diante de Bauru, que é um time forte e com muito poder ofensivo", conclui pela assessoria de imprensa do Osasco.

Finais

17/10 - Sábado

21h30 Osasco x Bauru

20/10 -Terça

21h30 Bauru x Osasco

Ler matéria completa