Bauru e grande região

 
Esportes

São Paulo segue com sequência desgastante visitando Bahia

Após tropeços, tentativa é de acirrar disputa pela ponta neste sábado, às 19h

28/11/2020 - 05h00

Rubens Chiri/saopaulofc.net

Brenner cumpriu suspensão e retorna ao ataque do São Paulo, em Salvador

O São Paulo visita o Bahia neste sábado (28), às 19h, na tentativa de voltar a vencer e acirrar a disputa pela liderança do Campeonato Brasileiro. Com o melhor aproveitamento do campeonato, 63,3% dos pontos disputados, mas em terceiro lugar porque tem jogos a menos do que os rivais, o time do Morumbi, que faz uma sequência desgastante de jogos, vem de dois empates com Vasco e Ceará, times que lutam para se distanciar da zona de rebaixamento.

O artilheiro Brenner, com 17 gols nesta temporada, retorna ao São Paulo após cumprir suspensão. Na zaga, Arboleda deve ganhar nova chance, porque Diego Costa está suspenso e Bruno Alves não viajou por ter tido um familiar contaminado com o novo coronavírus. Ele testou negativo para a Covid-19, mas permaneceu na Capital por precaução.

O São Paulo enfrenta uma maratona de partidas, em razão dos compromissos do primeiro turno que haviam sido adiados. O elenco permaneceu no Nordeste para as partidas contra Ceará na última quarta-feira (25) e agora diante do Bahia. 

No Bahia, o técnico Mano Menezes se recupera do coronavírus e novamente não poderá comandar a equipe. Em relação aos jogadores, são vários desfalques. Lucas Fonseca, Anderson Martins e Gilberto estão suspensos. Já Gabriel Novaes está emprestado pelo São Paulo e não pode atuar. Além do treinador e parte da sua comissão, o único desfalque pela Covid-19 é o goleiro reserva Mateus Claus.

São Paulo não vai pedir anulação de jogo

O São Paulo divulgou uma nota, nesta sexta-feira (27), em que afirma não ter a intenção de entrar com pedido de anulação da partida contra o Ceará, na última quarta (25) (empate em 1 a 1), quando o árbitro Wagner do Nascimento Magalhães cometeu um erro que poderia causar a anulação do duelo pelo Campeonato Brasileiro, já que mudou decisão sobre validação de um gol do São Paulo após o reinício do jogo, o que configura erro de direito e vai contra as regras.

Segundo o clube, a ideia é manter "uma história sem asterisco" e que não pretende se beneficiar com o que teria sido um equívoco da arbitragem. "Este clube tem princípios, é balizado pela retidão de conduta e se orgulha de fazer o correto. Por isso, não ingressará com o pedido para anulação da partida apesar de ter a segurança que o pleito seria aceito uma vez que houve evidente erro de direito e descumprimento de regra básica do jogo. O São Paulo não quer, no entanto, se beneficiar do que teria sido um erro. Nos orgulhamos de nossa história incontestável e sem asteriscos, e assim a manteremos".

Ler matéria completa