Bauru e grande região

Esportes

Clássico dos clássicos

Real Madrid desbanca Barcelona, com Messi apagado, e dorme líder do Espanhol

11/04/2021 - 05h00

Sergio Perez/Reuters

Lionel Messi, durante disputa bola com Éder Militão, do Real

O clássico dos clássicos do futebol espanhol foi marcado pela boa atuação do Real Madrid, que marcou 2 a 1 e desbancou o Barcelona em campo e na tabela do Espanhol, neste sábado (10), pela 30ª rodada do Campeonato Espanhol.

Com o resultado, o Real Madrid ficou na primeira colocação, com 66 pontos, desbancando o maior rival e o Atlético de Madrid, ao menos provisoriamente, uma vez que a equipe conta com 66 pontos também e enfrentará o Betis neste domingo. O Barcelona, por sua vez, conta com 65 pontos e é o terceiro colocado do Campeonato Espanhol.

O primeiro tempo foi todo do Real Madrid, que soube aproveitar as chances que teve frente a um Barcelona que não demonstrava seu poder. O gol não demorou a sair, mas para o lado madrileno. Em uma linda jogada, Valverde trouxe a bola para Vázquez, que passou a Benzema. O francês não hesitou e finalizou, abrindo o placar com um belo tiro. O Barcelona tentava reagir e buscar chances, mas era rapidamente neutralizado pela forte defesa do adversário.

O segundo gol contou com desvio de Dest e Alba, mas o forte e certeiro chute de Kroos não dependia de mais nada para entrar, fazendo 2 a 0 para a equipe madrilena.

O Barcelona seguia com muita dificuldade para abrir espaços e aproveitar oportunidades. Mingueza diminuiu a vantagem aos 15 minutos do segundo tempo, ao receber a bola de Alba, que Griezmann não conseguiu alcançar. Nos minutos seguintes, Messi tentou tabelar com Alba, que entrou na área e fez o cruzamento, mas o goleiro madrilenho interceptou e impediu a continuação da jogada. Aos 19 minutos, Messi cobra falta e apenas consegue acertar a barreira, ainda fazendo valer o tabu de não conseguir marcar em Courtois no Real Madrid.

Debaixo de forte chuva, o Barcelona tentava chegar e deixar tudo igual. E quase chegaram ao feito aos 29 minutos, quando Messi levantou a bola e Moriba buscou para cabecear na área. O goleiro Courtois segurou e fez uma defesa firme, sem deixar sobras.

O último lance do jogo foi marcado pelo levantamento de Messi, que foi quase aproveitado por Moriba para o empate. A sobra fica com Ter Stegen, que consegue chegar para fazer a finalização, mas a bola fica com a marcação, no apito final.

Ler matéria completa