Bauru

Esportes

Tufão antecipa finais do surfe nas Olimpíadas, que podem ter Medina, Italo e Silvana

Dessa forma, as quartas se iniciam já às 19h desta segunda, horário de Brasília

por FolhaPress

26/07/2021 - 10h16

Divulgação

Olimpíadas de Tóquio

Gabriel Medina, Italo Ferreira e Silvana Lima estão classificados para as quartas de final do surfe nas Olimpíadas. Eles conquistaram a vaga na madrugada desta segunda-feira (26), na praia de Tsurigasaki, em Chiba (cerca de 100 km de Tóquio).

As finais da modalidade estavam previstas para a próxima quarta (28), mas a chegada de um tufão ao Japão antecipou a programação. Dessa forma, as quartas se iniciam já às 19h desta segunda, horário de Brasília. As semifinais e a final acontecem na madrugada de terça (27).

"Se for vento ladal, dá para surfar, mas se vier do oceano, prejudica muito", disse Italo Ferreira.

Bicampeão mundial e atual líder do ranking da WSL, Gabriel Medina enfrentará o francês Michel Bourez. Já Italo competirá contra um atleta da casa, o japonês Hiroto Ohhara. Silvana Lima enfrentará a havaiana Carissa Moore.

Depois da estreia do surfe em Olimpíadas ter sido marcada por um dia de céu azul, sol e muito calor, as oitavas de final tiveram muitas nuvens e vento forte. As ondas da praia de Tsurigasaki foram elogiadas pelos surfistas.

Guarda-chuvas e guarda-sóis foram fechados a pedido da organização, por questões de segurança das pessoas no local.

Gabriel Medina tomou um susto nos segundos finais de sua prova nesta segunda-feira. Ele estava à frente na pontuação, mas o australiano Julian Wilson fez uma manobra excelente que deixou dúvida sobre o resultado. O tempo de prova acabou sem que houvesse sido anunciado o placar final.

O surfista brasileiro saiu do mar perguntando sobre a nota. "Já aconteceu várias situações assim. A gente nunca sabe. Sempre que a gente compete é difícil. Ele [Julian Wilson] é um cara perigoso", disse Medina, que conseguiu nota superior ao seu adversário e garantiu a classificação.

Já Italo Ferreira bateu com facilidade Billy Stairmand, da Nova Zelândia.

Os dois brasileiros são apostas de medalha para o Brasil nos Jogos, que pela primeira vez recebem a modalidade.

No surfe feminino, Silvana Lima eliminou a portuguesa Teresa Bonvalot. A outra representante do país na modalidade, Tatiana Weston-Webb, foi eliminada. Ela perdeu para a japonesa Amuro Tsuzuki.

Ler matéria completa