Bauru

Esportes

Maurício Souza mantém estilo do Vasco, mas indica mudanças na saída de bola

Agora, o clube carioca finaliza as preparações para enfrentar o Operário-PR, nesta sexta-feira (24), em São Januário, no Rio de Janeiro (RJ), pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro

por FolhaPress

23/06/2022 - 18h39

Daniel Ramalho / Vasco

Maurício Souza, técnico do Vasco, conversa com jogadores no CT Moacyr Barbosa

O técnico Maurício Souza estreou à frente do Vasco na vitória sobre o Londrina, dias após o primeiro contato com o elenco. Solução à saída repentina de Zé Ricardo, o treinador manteve o estilo de jogo que o time vinha colocando em prática, mas admite que pensa em mudanças em alguns quesitos, como na saída de bola. Agora, o clube carioca finaliza as preparações para enfrentar o Operário-PR, nesta sexta-feira (24), em São Januário, no Rio de Janeiro (RJ), pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro.

No último sábado (18), no Estádio do Café, mesmo que ainda de maneira mais tímida, já se pôde observar um pouco do "dedo do treinador", que foi anunciado no dia 13.

"No primeiro tempo, oscilamos entre bons e maus momentos, tanto na saída de bola como no último terço. É algo que a gente defende, passar a construir com a bola limpa desde o nosso goleiro, para não ficar dependendo de uma bola alçada e disputada. Não queremos o jogo dominantemente disputado, queremos tentar trazer o controle do jogo para a gente. Temos treinado isso, Zé também treinava e vamos dar sequência. É uma ideia minha, eu gosto da saída elaborada. Claro que foram poucos treinos, precisamos treinar mais essa situação, trazer mais ideias e confiança para isso", contou, após o triunfo.

Maurício Souza aproveitou para elogiar o comprometimento do elenco, que, segundo ele, "comprou a ideia" mesmo se tratando de um trabalho recém-iniciado. Na visão do treinador, a jogada que terminou com o gol de Raniel já mostra um pouco do que pode vir pela frente.

"É um grupo que compra a ideia e, mesmo com pouco treino, tentaram fazer, e foi premiado com o gol. Não posso chegar aqui e mexer em uma coisa que estava dando certo, mas temos que andar para a frente. As equipes vão evoluir e o Vasco também vai evoluir. Espero que o resultado final seja sempre vitória. Quem sabe com um jogo mais vistoso, mas, se não for, com essa garra".

No clube cruzmaltino, Souza iniciou o primeiro trabalho à frente de um elenco profissional, após passagens de destaque nas bases de Botafogo e, principalmente, Flamengo. Ele estava livre no mercado depois da saída do Athetico-PR, onde fez parte da comissão do grupo principal.

Já na coletiva de apresentação, o comandante deu indícios de que buscaria uma continuidade aos pontos positivos do trabalho de Zé Ricardo, e evolução em outros quesitos. Na ocasião, inclusive, Maurício Souza revelou que conversou com o ex-treinador cruzmaltino, de quem é amigo.

Nesta empreitada, o jovem Andrey pode se tornar peça-chave. O jogador, que estava com a seleção sub-20, voltou à equipe contra o Londrina e foi elogiado por Maurício Souza.

"O Andrey é um jogador que, sem dúvida alguma, muito diferente. É um garoto que tem esse tipo de coragem, que damos essa liberdade para perceber qual o melhor momento para executar a saída de bola. É um jogador de personalidade incrível, de qualidade técnica. O que para a gente parece ser difícil ele faz com naturalidade. Vai cometer erros, a gente vai ter que continuar dando força para que continue fazendo, pois ele é um ponto importante se quisermos elaborar uma saída de bola do Vasco. É importante ele ter essa confiança", afirmou.

Para a partida desta sexta-feira, Maurício Souza não deve contar com o lateral Gabriel Dias, que teve lesão no tendão patelas constatada nesta semana. Uma provável escalação inicial do Vasco tem: Thiago Rodrigues; Weverton, Quintero, Anderson Conceição e Edimar; Yuri Lara, Andrey e Nene; Gabriel Pec, Getúlio e Figueiredo.

O Operário-PR, por sua vez, vem de empate por 0 a 0 com o Vila Nova, e busca a vitória para se aproximar do G4. Com 16 pontos, o time ocupa a oitava posição na tabela.

O técnico Claudinei Oliveira tem como desfalques o atacante Felipe Garcia, que cumpre suspensão, o goleiro Vanderlei, que foi emprestado ao time pelo Vasco e não joga por questões contratuais. O meia Fernando Neto sofreu uma lesão na coxa, e entra numa lista que conta com o meia Rafael Chorão, o meia-atacante Rafael Oller, o zagueiro Bonfim e o atacante Jean Carlo, todos no departamento médico.

Por outro lado, o zagueiro Thales volta de suspensão, e o meia Javier Reina volta de lesão. Uma provável escalação do time paranaense tem: Simão; Thales, Reniê e William Machado; Arnaldo, Ricardinho, Tomas Bastos e Fabiano; Reina (Giovanni Pavani), Paulo Sérgio e Silvinho.

Estádio: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)

Horário: Às 19h (de Brasília) desta sexta-feira (24)

Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araujo (SP)

VAR: Vinicius Furlan (SP)

Transmissão: Premiere

Ler matéria completa

×