Bauru e grande região

Geral

Lentidão na web pode ter ligação com ciberataque

por Tisa Moraes

28/03/2013 - 13h45

Usuários de internet entraram em contato com o JC, ontem, para reclamar sobre lentidão para acesso à rede. Embora não haja confirmação oficial, é possível que o problema esteja relacionado à sucessão de ataques virtuais à Spamhaus, organização sem fins lucrativos com sede na Inglaterra e na Suíça que combate o envio de spams. O ciberataque abalou o tráfego na internet em várias partes do mundo.

Em Bauru, usuários da NET e da Embratel enfrentaram dificuldades para navegar na internet, que teria ficado instável durante os últimos dois dias. “Tentei compartilhar um arquivo de 6 gigabytes, procedimento que, normalmente, demoraria cerca de uma hora e meia. Mas, hoje (ontem), o tempo estimado era de um dia e quatro horas. Formatei meu computador, acionei a operadora, chamei um técnico, mas ninguém descobriu o que havia de errado”, relata um funcionário público, que preferiu não se identificar.

Segundo José Antônio Milagre, advogado e perito especialista em crimes digitais, é possível que o problema tenha relação com o ciberataque à Spamhaus, que já está sendo considerado o maior da história, até seis vezes mais agressivo do que os que costumam derrubar sites de bancos.

De acordo com a empresa, que tem sede na Inglaterra e na Suíça, os ataques sucessivos começaram em 19 de março e são atribuídos à empresa de hospedagem holandesa Cyberbunker, que consta da lista negra do grupo antispam.

“Mesmo que direcionado, um ataque desta magnitude acaba refletindo em toda a internet, num efeito cascata que chega até a ponta final, o usuário”, detalha Milagre.