Bauru e grande região

Geral

Pelo menos 15 mil pessoas protestaram na Getúlio Vargas

Estimativa é da Polícia Militar; organizadores do ato contabilizam 25 mil manifestantes

por Tisa Moraes e Cinthia Milanez

13/03/2016 - 07h00

Malavolta Jr. 
Revestidos com a bandeira nacional, manifestantes percorrem trajeto da avenida Getúlio Vargas à Praça Portugal; PM estima que 15 mil pessoas participaram do ato, enquanto organização fala em 25 mil

Milhares de pessoas protestam na avenida Getúlio Vargas, neste domingo de manhã, em Bauru. O ato, o maior de todos até agora, pediu o fim da corrupção, da incompetência e a saída de Dilma Rousseff da Presidência da República. A organização estima que 25 mil pessoas participaram da manifestação, enquanto a Polícia Militar contabiliza 15 mil. A PM garantiu a segurança no local e não houve registros de incidentes.  

Mais cedo, a Caminhada pela Vida, realizado pela ONG Amigas do Peito, também movimentou a Getúlio. A ação teve como objetivo conscientizar a população acerca do câncer de mama e reivindicar a instalação de um aparelho de radioterapia acelerador linear no Hospital Estadual de Bauru (HEB).

A aquisição, segundo a ONG, é necessária para evitar o deslocamento de algumas pacientes diagnosticadas com câncer de mama a Botucatu, Jaú ou Marília para ter acesso ao equipamento, considerado de ponta. 

Contra corrupção
O protesto deste domingo contou com o apoio da OAB de Bauru e também da diretoria regional do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp), que levou um pato inflável de 5 metros de altura, símbolo da campanha “Não Vou Pagar o Pato”, desenvolvida pela entidade contra o aumento de impostos.

A orientação foi para que os participantes vestissem camisetas com as cores da bandeira nacional. Um dos líderes do movimento, Paulo Ladeira ressaltou que todas as pessoas contrárias ao governo federal, independentemente de ideologias ou inclinação partidária, foram convidadas.

“Nossa bandeira é contra a corrupção em todos os sentidos, não apenas dentro do PT. Mas, o foco, agora, é a saída da Dilma, com a impugnação da chapa dela e do (vice-presidente Michel) Temer pelo TSE ainda neste ano e convocação de novas eleições diretas. Ou, depois de 2016, com eleições indiretas”, detalha.

Fotos: Vinicius Lousada/Via Celular 

Com cartazes e faixas, manifestantes protestaram contra o governo Dilma Rousseff

Fotos: Malavolta Jr. 

Com bandeiras e camisetas do Brasil, população bauruense pede o fim da corrupção  

Apoio da OAB

? Seguindo o posicionamento da secional paulista da Ordem dos Advogados do Brasil, a OAB de Bauru expressou apoio à manifestação de hoje pelo combate à corrupção, destacando o direito de o cidadão externar sua indignação com o atual momento da vida institucional do País. A subseção local convida, inclusive, todos os advogados da região a integrarem o movimento, após concentração da categoria a partir das 9h, em frente à sede da Justiça Federal, na Getúlio Vargas.

Estação Hip Hop

Manifestações culturais e em defesa da democracia irão compor o “Estação Hip Hop”, que a Casa do Hip Hop de Bauru, Frente Feminina de Hip Hop de Bauru e Ponto de Cultura Acesso Hip Hop realizam hoje, a partir das 16h, na antiga Estação Ferroviária. Nesta edição, o evento, que tem apoio da Frente Brasil Popular, integrará os atos organizados em todo o País contra os movimentos pró-impeachment da presidente Dilma Rousseff, com manifestações dos integrantes em defesa da “democracia e da soberania do voto popular”.

Haverá, ainda, apresentações de dança, música, oficina de beleza e artesanato em comemoração ao Mês das Mulher. Em comunicado postado no Facebook, os organizadores convocam militantes e simpatizantes da cultura hip hop a participar do ato, para protestar contra os “que não aceitam as urnas e o voto da maioria e se urgem contra a democracia”.

O protesto será realizado, segundo a organização, pela defesa da Constituição Federal e do respeito ao “devido processo legal, à presunção de inocência, aos direitos e garantias individuais e ao Estado Democrático de Direito”.

Mulheres com câncer terão aparelho, garante Famesp

Além de conscientizar a população sobre a importância do autoexame e da prevenção do câncer de mama, a ONG Amigas do Peito reivindica a aquisição de um aparelho de radioterapia acelerador linear pelo Hospital Estadual de Bauru (HEB). Em nota, a Fundação para o Desenvolvimento Médico e Hospitalar (Famesp), que administra o HEB, informou que, ao menos de forma provisória, as pacientes do SUS se beneficiarão da reforma do Hospital Manoel de Abreu, que interromperá os serviços de radioterapia a partir do dia 12 de março.

Para atender a demanda, o atendimento passará a ser feito, até o final das obras, em uma clínica particular, que possui o aparelho de ponta.

A Famesp esclarece, ainda, que o HEB foi contemplado com um dos 80 aceleradores lineares anunciados pelo Plano de Expansão da Radioterapia no SUS, lançado pelo Ministério da Saúde em 2012. O projeto prevê também a realização de obras para acomodá-lo.

Ainda segundo a Famesp, a previsão informada por técnicos do ministério para início das adaptações é para outubro de 2016 e, se cumprido o prazo, o aparelho começará a funcionar somente no ano que vem.

Interdições

Agentes de trânsito da Emdurb e a Polícia Militar prestaram apoio durante as duas passeatas realizadas na avenida Getúlio Vargas, cuidando da segurança dos manifestantes e das interdições no tráfego de veículos. A recomendação para os motoristas foi evitar transitar pelo trecho entre a sede da Polícia Federal e a Praça Portugal no período das 9h às 12h, usando como alternativas para acessar a zona sul da cidade a avenida Nossa Senhora de Fátima e rua Rio Branco.

Veja os vídeos