Bauru e grande região

Geral

Tomar água: não só quantidade, mas também qualidade

por Thiago Navarro

22/03/2016 - 07h00

Nesta terça-feira (22) é comemorado o Dia Mundial da Água. A data reforça um alerta geral sobre o cuidado que a população deve ter com os mananciais e reservatórios que abastecem as cidades. E vai além disso: cada pessoa deve se manter atenta à quantidade e também à qualidade da água que consome, pois a ingestão do líquido em má condição pode trazer doenças, como cálculos renais.

O médico Omar Haddad explica que a água é a principal substância na composição do próprio organismo humano. “Cerca de 70% da massa corpórea é água. E esse índice é até um pouco mais elevado nas crianças, e um pouco menor nos idosos. O consumo diário ideal varia de pessoa para pessoa, mas, em geral, fica entre dois e três litros. É importante que a pessoa beba água pelo menos a cada três horas”, salienta o clínico geral.

Quando a ingestão do líquido fica abaixo da quantidade exigida pelo organismo, efeitos adversos podem ser percebidos. “A ingestão de água é necessária para manter de forma adequada a atividade das células, tecidos e sistemas do corpo humano. Quem consome pouca água pode sentir efeitos como queda de pressão, desidratação e até mesmo distúrbios metabólicos e alterações neurológicas em casos mais graves”, frisa.

Outro ponto lembrado por Haddad é que as pessoas devem se atentar não só à quantidade, mas também à qualidade da água. “Na região de Bauru, temos um solo arenoso, então a tendência é que a água tenha mais cálcio, o que favorece a formação de cálculos renais. Então, saber a qualidade é muito importante para evitar problemas como este”.

Em Bauru

No final de fevereiro, a empresa Hidrosan Engenharia entregou o primeiro relatório do projeto executivo de recuperação e modernização da Estação de Tratamento de Água (ETA) do Rio Batalha. Apesar dos problemas estruturais e operacionais detectados, o estudo mostrou que a qualidade da água produzida e distribuída está em conformidade com as normas do Ministério da Saúde.

O Rio Batalha é responsável pelo abastecimento de 38% da cidade (regiões central, sul e oeste). O restante é retirado do Aquífero Guarani, através da perfuração de poços profundos.

As boas maneiras para se hidratar

Éder Azevedo/JC Imagens
A nutricionista Suzana Janson Franciscato dá dicas de hidratação

Nutricionista e criadora do Programa Nutriamigos, Suzana Janson Franciscato orienta sobre a hidratação:

Que alimentos podem ajudar a hidratar o organismo?
Além da água, nossa principal fonte de hidratação, todas as frutas como a laranja, melancia, pera, abacaxi, manga, kiwi, carambola. As verduras e legumes são alimentos que também contribuem para uma boa hidratação e são fonte de vitaminas e minerais, essenciais para proteger o organismo nos dias quentes.

A água pode ser também substituída por água de coco, isotônicos, suco de frutas e chás gelados. Os isotônicos geralmente apresentam, em sua composição básica, sódio, potássio, cloreto e glicose. Possuem baixo teor de carboidratos e garantem uma rápida e eficiente reposição de água e minerais perdidos com o suor e excesso de bebidas alcóolicas. A temperatura da água também ajuda na hidratação e o mais indicado é manter a ingestão de líquidos frios a gelados, melhorando assim a absorção.

Por que refrigerantes não são os ideais para a hidratação?
Os refrigerantes não são proibidos, mas devem ser evitados porque contêm muito açúcar, o que retarda o tempo de esvaziamento gástrico e aumenta o tempo necessário para atingir os tecidos que necessitam de hidratação. Além disso, os gases podem causar distensão das paredes intestinais e dar sensação de peso no estômago. Por isso, os refrigerantes não são tão eficientes e saudáveis como a água pura, os isotônicos e sucos de frutas, que possuem vitaminas e minerais nas doses certas que nosso organismo necessita.

 

E as crianças? Como podemos incentivá-las a entender a importância da hidratação?
Em primeiro lugar, sempre oferecer água às crianças. Hoje, elas bebem pouca água pois o acesso aos refrigerantes e outros líquidos açucarados está muito fácil. Os pais devem dar o exemplo, beber e oferecer sempre. O ideal é não perguntar se as crianças estão com sede, mas deixar sempre por perto, em copos coloridos, pois as crianças aprendem por repetição e copiam modelos.

 

Quanto de água um adulto, uma criança e um idoso devem tomar por dia?
Considera-se a quantidade total de água a combinação do consumo de água isolada e da água contida em bebidas e alimentos. A água proveniente de líquidos (água e bebidas) corresponde a 81% do total de ingestão (cerca de 2 a 3 litros/dia) e 19% se referem à água dos alimentos (cerca de 700 ml/dia), considerando o consumo de adultos.

A  recomendação de ingestão diária adequada de água total é de:
3,7 litros para homens na faixa etária de 19 a 70 anos.
2,7 litros para mulheres na faixa etária de 19 a 70 anos.
1,3 litro para crianças de 1 a 3 anos. 
1,7 litros para crianças de  4 a 8 anos.
2,4 litros para meninos de 9 a 13 anos.
3,3 litros para meninos de 14 a 18 anos.
2,1 litros para meninas de 9 a 13 anos.
2,7 litros para meninas de 14 a 18 anos.

Purificando...

Preocupadas com a qualidade da água que chega nas torneiras, muitas pessoas procuram equipamentos que melhoram a pureza do líquido. Diretor comercial de uma empresa do ramo de purificadores em Bauru, Sidnei César Machado cita a importância dos prazos para manter o equipamento em bom funcionamento. “Isso varia conforme o elemento filtrante.

No nosso caso, trabalhamos com trocas a cada 3 mil ou 6 mil litros, dependendo do modelo do aparelho, que também possuem marcações que indicam quando a troca deve ser feita. Dura entre um e dois anos”, salienta. Machado aponta ainda a diferença entre filtros e purificadores. “O filtro tira os elementos sólidos da água. Já o purificador, além dos sólidos, também retira elementos químicos e biológicos. No nosso caso, trabalhamos com purificadores, que são mais completos”, pondera o diretor comercial da empresa.

Nações Norte receberá 2 mil mudas

O Departamento de Água e Esgoto (DAE) e a Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Semma) realizam, amanhã, plantio em comemoração ao Dia Mundial da Água. Serão plantadas 2 mil mudas de espécies nativas às 9h no canteiro central da Nações Norte, na altura do quilômetro 2, próximo ao córrego Água do Castelo. O plantio contará com a presença de autoridades locais, integrantes de projetos sociais, alunos dos colégios Dinâmico e Interativo, grupo de escoteiro Tiradentes e outros. Toda a população está convidada.

Também estão abertas as inscrições para visitas técnicas ao Centro de Educação Ambiental Rio Batalha e Estação de Tratamento de Água (ETA), que irão compor as atividades comemorativas ao Dia da Água. Os interessados em participar devem acessar o site da autarquia (www.daebauru.sp.gov.br) ou entrar em contato através do telefone 3106-1100.