Bauru e grande região

Geral

Colégio D'Incao oferece comunicação de realidade aumentada a leitores e alunos

por Marcele Tonelli

18/11/2018 - 07h00

Malavolta Jr.
Celular com o aplicativo é pareado aos códigos da propaganda e, com isso, leitor acessa conteúdos animados ocultos extras
Marcele Tonelli
Renato Zaiden, Renata Fernandes, João Jabbour, Pedro D'Incao e Giselle Hilário testam o app

Um aplicativo de celular desenvolvido pelo colégio D'Incao deve estimular a interatividade dos leitores com as páginas do Jornal da Cidade. Voltado aos sistemas Android e iOS, o App "D Incao AR" foi lançado nos últimos dias e promete potencializar a experiência da leitura, como demonstrado hoje nas páginas do JC por meio da realidade aumentada. Na página 3 da edição impressa (adquira nas bancas), é possível interagir com uma propaganda do colégio que está codificada. Ao parear o celular com o aplicativo baixado junto ao conteúdo, o leitor consegue acesso a conteúdos animados ocultos extras.

Exclusiva e única em toda região, a iniciativa foi apresentada ao JC pelo colégio D'Incao, com a finalidade de potencializar o ato da leitura.

Diretor do colégio, Pedro D'Incao conta que o aplicativo foi desenvolvido com base na vivência da tecnologia da realidade aumentada, que integra as atividades da escola desde 2016.

"Estudos na neurociência dizem que ela (realidade aumentada) ajuda na memorização, além despertar interesses e trazer um novo significado ao conteúdo. De fato, o aluno passa a enxergar o que antes não percebia e a entender o motivo de estar aprendendo aquilo", ressalta Pedro.

O aplicativo, segundo ele, foi desenvolvido por uma equipe de multimídia e de programação do próprio colégio. "Não terceirizamos esse trabalho, porque acreditamos que faz parte do processo da escola criar seu próprio marketing. Isto é estimular a criatividade e o aluno está atento. Não adianta falarmos em criatividade para eles se não dermos o exemplo", detalha o diretor.

A realidade aumentada precisa da codificação de um meio físico para ser vivenciada pelos leitores, no caso do jornal, a folha de papel. Pedro D'Incao acredita que, por isso, esta tecnologia será grande aliada do impresso pelos próximos anos, assim como tem sido dos livros. Afinal, por meio dela, é possível, por exemplo, ter acesso às imagens, conteúdos animados, vídeos e até jogos de forma online, tornando as páginas ilimitadas.

"Todo mundo tem um smartphone hoje e esta é uma proposta inovadora. Somos de Bauru, acreditamos no município e sabemos da importância da informação de qualidade. Por isso, a parceria com o Jornal da Cidade, porque queremos, sobretudo, estimular o acesso à informação", finaliza Pedro.

'NEUROMARKETING'

O diretor do Grupo Cidade, Renato Zaiden, publicitário e jornalista, presidente da Associação Paulista de Jornais (APJ), lembra que o "neuromarketing" surgiu no mercado há uma década e está ganhando cada vez mais relevância.

Ele entende que a ferramenta desenvolvida pelo D'Incao é uma aliada da pedagogia dentro desse contexto, em um momento em que a comunicação embasada em conteúdo ganha relevância (branded content), por potencializar e facilitar a transmissão de informação e se integrar a outras plataformas, auxiliando tanto os estudos quanto a melhor compreensão e ampliação na retenção das mensagens educativas, da informação editorial e da publicidade, porém, usadas de forma criativa, oportuna e relevante.

"Vejo que, cada vez mais, profissionais da educação, do jornalismo e do marketing terão que se aprofundar mais e mais, não somente nas tecnologias disponíveis, mas, especialmente, nas ciências do comportamento, para não apenas responder as expectativas dos seus clientes, leitores e prospects, mas surpreendê-los ao fazer a boa diferença", destaca

Além disso, ele afirma que é preciso haver um propósito, como é o caso da escola D'Incao, "que tem a missão e o compromisso de melhorar cada vez mais, estar na vanguarda da pedagogia e se diferenciar, utilizando o conhecimento e as tecnologias mais avançadas para ensinar melhor".

"Ficamos felizes pela possibilidade de incrementar mais essa ferramenta ao nosso conteúdo e formato, o que vem ao encontro a um projeto mais amplo, sempre norteado pelo nosso propósito maior, que é o de informar. Lembrando, no entanto, que estamos em plena transformação de um processo que anunciamos há anos, chamado 360º 3D, com 100% de foco no ser humano, em valores e não em preço, e que vê a comunicação inserida num contexto de market-place (lugar de gerar negócios), fundamental para sua sustentação e independência, mas estrategicamente ancorado sempre no seu produto principal, de maior valor, que é o jornalismo sério, relevante e acessível, que exercitamos ao longo de nossa trajetória e que faz toda a diferença", conclui o diretor do Grupo Cidade.

O que é realidade aumentada

A realidade aumentada ou Augmented reality (AR) é designada pela integração de elementos ou informações virtuais a visualizações do mundo real através de uma câmera e com o uso de sensores de movimento.

Esta tecnologia ganhou repercussão após games como o Pokémon Go, mas ela tem sido utilizada amplamente no ensino, design de produtos, ações de marketing ou em treinamento e suporte em plantas industriais. Trata-se de uma experiência interativa onde objetos que residem no mundo real são "acentuados" por informação perceptiva criada por computadores e de forma multissensorial, visual, auditiva, háptica, somatossensorial e olfatória.

A realidade aumentada altera o mundo real do usuário, enquanto a realidade virtual substitui completamente o mundo real do expectador.

Você pode acessar gratuitamente

O aplicativo "D Incao AR" é totalmente gratuito. O App já pode ser baixado pela Google Play Store para sistema Android e pela App Store para quem tem celulares modelo Apple, cujo sistema operacional é o iOS.