Bauru e grande região

Geral

Banheiros em obras há dois anos serão entregues em dezembro, prevê Emdurb

Usuários dos sanitários do Terminal Rodoviário reclamam; serviço não deixou de ser oferecido, mas com limitações

por Rafael de Paula

09/11/2019 - 05h37

Fotos: Vinicius Bomfim

Enquanto o banheiro feminino não fica pronto, um tapume no masculino divide de forma provisória os homens e as mulheres

Quem usa os banheiros públicos do Terminal Rodoviário de Bauru já se acostumou com alguns tapumes de obras que estão pelo local. Há cerca de dois anos, o espaço está em reforma, mas a Emdurb prevê entregá-lo, enfim, antes deste Natal. A demora é atribuída a processos licitatórios e prioridade orçamentária da empresa municipal (leia mais abaixo).

Em todo esse tempo, o serviço não deixou de ser oferecido ao público, porém, ocorre em espaços reduzidos e separados de forma provisória. A demora gerou reclamações dos usuários, principalmente em períodos de feriados prolongados. Há registros de filas de espera para a utilização dos banheiros durante esse período.

Para atender as pessoas com deficiência, por exemplo, um banheiro foi construído em outra área do terminal, dividindo espaço com um fraldário. Desde janeiro, o banheiro masculino, que ficou pronto primeiro, possui uma divisória para atender também as mulheres.

PRAZO

Rogério Corral, gerente de Manutenção e Modais da Emdurb, garante que há prazo para o fim do serviço. "Queremos entregar tudo isso aqui antes do Natal, se não houver problemas. Após a conclusão, os banheiros terão alto padrão de qualidade, com bom acabamento, e espaço amplo para atender bem as pessoas que passam pelo terminal", afirma. Toda a ampliação, de acordo com Corral, está em cerca de R$ 200 mil.

PROJETO

Equipes da Emdurb trabalham no assentamento do piso do banheiro feminino. O próximo passo é a instalação dos sanitários, das pias, sistemas hidráulico e elétrico. Em um espaço anexo, dentro do banheiro feminino, um fraldário vai compor toda a dependência.

"Será como um banheiro para a família. Vamos instalar uma cuba aqui com um chuveiro para que a mãe possa dar um banho na criança, se precisar", explica. Entre os banheiros feminino e masculino, um espaço exclusivo para pessoas com deficiência também está em fase de acabamento.

'Tivemos que priorizar recursos durante o trabalho', afirma Corral

Em nota, a Emdurb informou que o andamento da reforma ficou atrelado ao processo licitatório para compra dos materiais necessários, uma vez que excedem o limite imposto pela legislação para realização de compra direta.

A empresa municipal reforçou que o banheiro o banheiro masculino foi dividido adequadamente para ser compartilhado, cada publico no seu espaço e, portanto, não sendo o mesmo ambiente.

O pouco recurso também prejudicou a conclusão das obras de ampliação, segundo Corral. "Tivemos que priorizar recursos durante o trabalho. Como a estrutura está funcionando, mesmo com a obra em andamento, demos preferência para o custeio da manutenção de viatura, pagamento de 13.º e compra de suprimentos. Está demorando, mas os banheiros vão ser de qualidade, acabando esse transtorno", diz o gerente. 

Ler matéria completa