Bauru e grande região

Geral

Corpo de homem desaparecido é encontrado enterrado em Bauru

Na sexta-feira, familiares receberam ligação informando que o homem havia sido morto e que o corpo estava no Santa Edwirges

por Lilian Grasiela

12/01/2020 - 05h59

Malavolta Jr.

Corpo de Aderly Lopes de Souza, 45 anos, estava enterrado às margens de um córrego

Neste sábado (11), o corpo de um ajudante de pedreiro de 45 anos, que estava desaparecido há alguns dias, foi encontrado enterrado em uma área de mata na alameda Esmeralda, às margens de um córrego, próximo ao cruzamento com a avenida Pinheiro Machado, no Parque Santa Edwirges, em Bauru. O caso, registrado como homicídio e ocultação de cadáver, é investigado pela Polícia Civil.

Segundo o delegado plantonista Ismael Cavalieri, que foi até o local juntamente com o delegado Giuliano Travain, da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), Aderly Lopes de Souza morava no Núcleo Habitacional Edson Francisco da Silva e havia sido visto pela última vez há cerca de três dias.

Nesta sexta-feira (10), ainda de acordo com o delegado, familiares dele receberam uma ligação anônima informando que ele havia sido morto a pauladas e, posteriormente, enterrado às margens de um córrego na alameda Esmeralda. Um boletim de ocorrência de desaparecimento foi registrado.

Na sexta, durante todo o dia, parentes de Aderly fizeram buscas na região, sem sucesso. Cavalieri revela que, ontem, o grupo retornou ao local e uma irmã do ajudante de pedreiro desconfiou de ponto onde havia uma tábua com terra remexida embaixo. Ao cavar, a mulher acabou encontrando o corpo dele.

As polícias Militar e Civil foram acionadas e a Polícia Científica realizou a perícia na área. O corpo de Aderly foi desenterrado pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para a realização de exame necroscópico, que irá apontar as causas da morte e quando ela ocorreu.

No fim da tarde, familiares dele formalizaram o reconhecimento do corpo. Até o fechamento desta edição, nenhum suspeito do crime havia sido identificado e o caso seguia sob investigação. A reportagem não conseguiu levantar informações sobre o horário e local do velório e sepultamento.

Ler matéria completa