Bauru e grande região

Geral

Primavera mais quente em 19 anos

A média das temperaturas máximas aferidas durante a tradicional 'estação das flores' foi de 31,9 graus, segundo o IPMet

por Tisa Moraes João Pedro Feza

14/01/2020 - 06h00

Vinicius Bomfim/JC Imagens

Foto da av. Nações Unidas em 18 de setembro, quando Bauru registrou recorde de temperatura

A primavera de 2019 em Bauru entrou para as estatísticas como a mais quente dos últimos 19 anos. Segundo dados do Centro de Meteorologia de Bauru (IPMet), a média das temperaturas máximas aferidas durante a "estação das flores" foi de 31,9 graus, recorde da série histórica medida pela estação automática desde 2001.

A primavera teve início em 23 de setembro e prosseguiu até 22 de dezembro do ano passado. Porém, para efeito estatístico, os dias de dezembro não são levados em conta, devido ao entendimento de que o último mês do ano já possui totais características de verão, conforme esclarece a meteorologista do IPMet Zildene Pedrosa de Oliveira Emídio.

"Devemos destacar o mês extremamente quente que foi setembro, com temperaturas máximas acima da média climatológica - que é de 28,1 graus - em grande parte do período. Os recordes neste mês foram de 38,1 graus no dia 18 e 38 graus no dia 11", detalha.

As temperaturas máximas de outubro também foram, em sua maioria, acima da média climatológica do mês, que é de 30,1 graus. Os valores extremos alcançaram 37,6 graus no dia 13 e 37,5 graus no dia 14.

Em novembro, as temperaturas máximas permaneceram próximas à média climatológica, de 30,3 graus em quase todos os dias do mês. O recorde ocorreu no dia 4, quando os termômetros chegaram a 37 graus.

Ainda de acordo com Zildene, as chuvas nos meses de setembro e outubro ficaram abaixo da média climatológica. Já em novembro, as precipitações retornaram de forma mais frequente e intensa na cidade, fazendo com que o volume pluviométrico acumulado superasse a média histórica do mês.

Dezembro, que já não é considerado para cálculos referentes à primavera, teve média da temperatura máxima de 30,9 graus - dentro da média climatológica, que é de 30,5 graus. O pico de calor no mês foi de 35,6 graus.

PREVISÃO

O mês de janeiro de 2020 seguirá quente nesta semana, com temperaturas um pouco mais elevadas do que as registradas nesta segunda-feira (13). Segundo o meteorologista do IPMet Fernando Tavares, a mínima prevista para esta terça-feira será de 21 e a máxima, de 31 graus.

Já na quarta-feira, as temperaturas oscilam entre 23 e 32 graus e, na quinta, de 22 a 32 graus. "Ao longo da semana, o céu segue parcialmente nublado, com possibilidade de chuvas isoladas", acrescenta.

 

Ler matéria completa