Bauru e grande região

Geral

Força-tarefa mantém fluidez das pistas

O governo estadual também criou um canal exclusivo para os caminhoneiros apontarem problemas da malha viária

por Cinthia Milanez

28/03/2020 - 06h00

Divulgação

Secretário de Logística e Transportes, João Octaviano Neto diz que governo estadual pretende facilitar a circulação de mercadorias

Visando manter a fluidez das rodovias paulistas nesse período conturbado por conta do coronavírus, o governo estadual criou uma força-tarefa formada por diversas pastas, entre elas, a Secretaria de Logística e Transportes. Existe, ainda, um canal exclusivo para os caminhoneiros apontarem problemas encontrados na malha viária, como bloqueios e falta de serviços essenciais.

De acordo com o secretário de Logística e Transportes, João Octaviano Machado Neto, o governo estadual pretende facilitar a circulação de mercadorias e garantir a segurança dos profissionais ligados a esta cadeia econômica, que não pode ser interrompida. "Precisamos manter o abastecimento dos municípios paulistas, com alimentos, produtos de limpeza e medicamentos", acrescenta.

Ainda segundo João Octaviano, o Palácio dos Bandeirantes abriga uma sala de situação, com representantes da pasta coordenada por ele, Defesa Civil, Polícia Militar (PM), Procuradoria Geral do Estado (PGE), Secretaria de Agricultura e Abastecimento etc. "Já entramos em contato com postos de combustíveis, prefeitos e concessionárias, procurando fazer com que toda a estrutura funcione da melhor maneira possível", complementa.

Além disso, o governo estadual criou um canal de denúncias, que funciona por telefone e e-mail. A divulgação, por sua vez, ocorre pelas redes sociais e pelos mais de 400 Painéis de Mensagens Variáveis (PMVs) espalhados pelas rodovias paulistas.

Além dos órgãos já citados, a força-tarefa também conta com membros das secretarias de Governo, Segurança Pública, Transportes Metropolitanos, Desenvolvimento Econômico, bem como dos órgãos Dersa, Artesp, DER e Invest SP.

SUSPENSÃO

O governador João Dória (PSDB) suspendeu, por 90 dias, a pesagem dos caminhões nas rodovias estaduais sob concessão e nas administradas pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER).

A decisão agiliza a circulação de produtos e, segundo o Estado, protege, ainda, os motoristas e funcionários das balanças, mantendo a economia de São Paulo.

SERVIÇO

As denúncias de problemas na malha viária poderão ser feitas pelo telefone 0800-055-5510 (24 horas) ou do e-mail [email protected]

Sem restrições

O DER, órgão vinculado à Secretaria de Logística e Transportes, decidiu suspender as restrições para a circulação de veículos de carga, aos finais de semana, na malha viária paulista, que dá acesso à Capital durante a quarentena.

Os postos de pesagem administrados pelo DER também são utilizados como base de apoio aos caminhoneiros. 

Como medida para prevenir a contaminação, a instituição disponibiliza, ainda, banheiros em 14 postos de pesagem, localizados nas estradas estaduais.

Ler matéria completa