Bauru e grande região

Geral

Idosos de condomínio irão receber vacinas contra gripe

Orientação é para que os síndicos façam um levantamento quantitativo

por Luis Felipe Carrion

28/03/2020 - 06h00

Divulgação

11,8 mil doses foram aplicadas

A Secretária Municipal de Saúde informou, em nota, que iniciará, na próxima terça-feira (31), a vacinação de idosos contra a gripe em condomínios verticais e horizontais de Bauru. A imunização será efetuada pelas equipes de saúde da cidade, das 17h às 21h.

O primeiro condomínio que os agentes de saúde visitarão são as Chácaras Odete. O restante do cronograma não foi informado pela prefeitura.

A orientação da Secretaria de Saúde para os síndicos é de que realizem um levantamento quantitativo do número de idosos que existem nesses locais. Para agendar visitas, é necessário entrar em contato com a Ouvidoria da pasta pelo telefone 3104-1452 ou e-mail [email protected]

CASA A CASA

Outra ação prevista para a próxima semana é o aumento no número de equipes que atenderão os idosos na vacinação em suas próprias residências, cuja mobilização começou nesta semana. Segundo a assessoria de imprensa da prefeitura, pelo menos 26% do público-alvo havia recebido a dose da vacina contra a gripe influenza até a tarde da última quinta-feira (26), o equivalente a 11.819 doses.

Nesta semana, a vacinação concentrou-se nos seguintes bairros: Jardim Bela Vista e Vila Falcão. Na próxima, a ação começa a ser executada na Vila Cardia e nos Núcleos Geisel e Mary Dota.

ACAMADOS

Neste final de semana, será feita vacinação contra gripe dos idosos acamados que estão pré-cadastrados nas Unidades Básicas de Saúde. Serão 25 equipes, de todas as unidades de saúde da cidade, que sairão pelas casas aplicando a imunização.

Em relação aos idosos que vivem na zona rural, a Secretária Municipal de Saúde informa que iniciou a vacinação também nesta semana, no Distrito de Tibiriçá. Nas demais regiões, o processo será feito após o término da imunização na zona urbana. Sobre idosos pertencentes ao grupo de risco, o órgão seguirá o cronograma do governo federal, que ainda não foi definido.

Ler matéria completa