Bauru e grande região

Geral

Indústria de Pirajuí inventa totem sem toque e escudo contra Covid-19

Novidades já são vistas nos supermercados de Bauru e em breve devem ser encontradas em todo o Estado de SP

por Bruno Freitas

10/04/2020 - 06h00

Divulgação

Gerente comercial Flávio Henrique Papile e o representante Ricardo Silva, com os totens na D7

O período de dificuldade financeira devido à pandemia do novo coronavírus segue impulsionando ideias inovadoras em Bauru e região. Uma indústria de Pirajuí (58 quilômetros de Bauru), a D7 Merchandising, conseguiu driblar o seu pior momento de crise ao inventar dois produtos: um totem para álcool em gel que não necessita de contato das mãos e um escudo de checkout para operadores de caixa. Ambos já patenteados pela empresa.

De acordo com o gerente comercial da D7, Flávio Henrique Papile, a empresa especializada em fabricação de produtos de comunicação visual teve prejuízos quando clientes pararam de fazer pedidos porque também redirecionaram suas atenções devido a quarentena. Diante do problema, a D7 montou o que eles chamam de "time anticrise", quando todos os mais de 600 funcionários foram convidados a apresentar ideias e projetos para a D7 focar a nova produção. A partir disso nasceram duas invenções que estão sendo sucesso de vendas e já estão preenchendo lojas e supermercados em Bauru e mais de 10 cidades do Interior do Estado de São Paulo, além da Capital e região metropolitana. A empresa também deve atender pedidos de outras regiões do País.

Com ideias do totem e do escudo ainda no papel, a indústria criou uma célula produtiva só para itens relacionados à Covid-19, reunindo setores de metalurgia, pintura, montagem e comunicação visual. 

ACIONADO PELO PÉ

O totem de suporte do álcool em gel inventado pela D7 de Pirajuí é acionado com o pé e, por meio de alavanca, despeja a quantidade ideal para higienização das mãos. 

"Com este totem a empresa não precisa disponibilizar um funcionário para ficar distribuindo o álcool aos clientes e evita desperdício. O produto ainda pode ser usado para comunicar visualmente informações relacionadas À Covid-19 ou então explorar o material publicitário da própria empresa que o adquiriu", conta o gerente da D7.

O custo unitário varia de R$ 350,00 a R$ 399,00. A empresa fabrica 1.000 unidades por dia e já atendeu mais de 200 estabelecimentos. Uma das cidades que MAIS adquiram foi Bauru, devido a pedidos de supermercados.

ESCUDO QUE EVITA

CONTAMINAÇÃO

Flávio Papile comenta ainda que o segundo produto inventado pela D7 neste período de pandemia foi o escudo de checkout que protege tanto o cliente quando o operador de caixa do estabelecimento comercial. "Ele não é de acrílico, mas sim de um material mais resistente e durável, que não deixa craquelar, o poliestireno de alto impacto, de 90x90 (cm)", explica. 

Os mesmos clientes que têm adquirido o totem também compraram o escudo, afirma a D7, que já fabricou cerca de 3 mil unidades. Cada escudo de caixa custa R$ 180,00. Além das vendas, a indústria também fez doação de totem para a Santa Casa de Pirajuí. A D7 fica na rua Apolinário Pereira da Silva, 20, Pirajuí (SP). O telefone é (14) 3584-8100.

Indústrias com produção solidária de álcool e sabão

Zilor/Divulgação

Funcionários da Zilor entregando doação de álcool na região

Algumas indústrias continuam produzindo álcool 70% para doação às unidades de saúde de Bauru e região, como forma de contribuir no enfrentamento ao coronavírus. A Zilor Energia e Alimentos, multinacional do setor sucroenergético, de Lençóis Paulista, havia produzido 800 litros de álcool no final de março. Até ontem, segundo atualização da indústria, foram doados 5 mil litros de álcool 70% para as secretarias de Saúde de Lençóis, Bauru, Agudos, Borebi, Macatuba, Pederneiras, Areiópolis, Quatá, Rancharia, João Ramalho, Paraguaçu Paulista e Jaú.

A Usina Lins divulgou que vem doando álcool líquido 70% para a Prefeitura de Lins, que irá distribuir o produto para famílias cadastradas no Centro de Referência de Assistência Social (Cras). A Usina Iacanga (Ipiranga Agroindustrial) também divulgou doação de álcool para a Prefeitura de Iacanga. O JC procurou ambas, mas a quantidade não foi divulgada até o fechamento desta edição.

Já a Ultragás divulgou ontem que está doando 500 mil pedras de sabão biodegradável, produzidas pelo Instituto Triângulo, ONG referência em ações sustentáveis e coleta de óleo de cozinha. Elas serão destinadas para comunidades carentes de cidades de São Paulo e Mato Grosso do Sul. Bauru, Agudos e Santa Cruz do Rio Pardo estão na lista.

Ler matéria completa