Bauru e grande região

 
Geral

Personalizadas,

Empreendedora de Bauru viu oportunidade de negócio e se especializou no acessório que virou item obrigatório em 2020

por Bruno Freitas

23/05/2020 - 06h00

Bruno Freitas

Catálago pelo WhatsApp

Usar máscara é uma necessidade que não vai acabar tão cedo. Ela já era muito utilizada na Ásia, onde pandemias ocorrem com mais frequência do que no Brasil. Aqui, devido à Covid-19, elas viraram um item obrigatório no dia a dia das pessoas e a tendência médica é que o uso do acessório passe a ser cada vez mais comum, mesmo ao término da quarentena, principalmente nos locais com aglomeração de pessoas, como terminais rodoviários, aeroportos e metrôs. Segundo o secretário de Saúde da cidade de São Paulo, Edson Aparecido, os paulistanos terão de aderir à proteção facial pelos próximos anos.

O público consumidor é gigantesco e tem muitas locais produzindo as comuns, de tecido. A empreendedora Carla Motta, de Bauru, que teve a loja Elemento Natural fechada no Centro por força de decreto, se especializou em fazer máscaras personalizadas. Ela criou linhas cômicas, infantis e esportivas, bandas de rock, sempre com muita criatividade, trazendo pitadas de cultura pop e até encomendas que carregam a identidade visual da empresa. O que não faltam são opções e a demanda de pedidos é grande, cerca de 50 por dia. E ela associa ainda a solidariedade, doando brinde a cada cinco vendidas, e também "exporta" para outras cidades.

Carla passou a se dedicar na produção logo quando percebeu que as máscaras descartáveis esgotaram nas farmácias. Carla Motta montou uma estrutura para personalização com fotos, com máquina de impressão em tecido. As máscaras são esterilizadas a 300 graus de temperatura e ainda recebem produto, com tecido duplo e atendendo às normas sanitárias.

"As máscaras mais inusitadas trazem leveza, amor e alegria para os lugares. É muito legal a reação de quem se depara com alguém que usa uma engraçada, que carrega fotos dos filhos. E você usando com estilo e personalidade, muda o ambiente e quebra um pouco a referência que está usando para evitar e transmitir doença", comenta.

SATISFEITA

Segundo Luciana Galhardo, cliente que comprou máscara personalizada com fotos da filha de um ano, é uma forma da mãe, orgulhosa, sempre poder carregar a menina para todo lado.

"A gente quando se torna mãe faz cada coisa. Eu sempre disse que não iria postar foto da minha filha nas redes sociais. Agora tenho a Maria Cecília em tudo, inclusive no rosto. Mostro para as pessoas com muito orgulho e amor", revela a mãe de primeira viagem.

OPÇÕES

Carla Motta acrescenta que costuma doar uma ou duas unidades, dependendo da quantidade do pedido, e orienta para o cliente utilizar esses brindes para entregarem para alguém que precisa, na rua. Ela revela que os pedidos estão chegando de outras cidades próximas, enviando via Correios.

Há também quem compra para revender. Na lista das personalizações mais vendidas estão as cômicas, fotos de crianças ou pets, bandas, profissões, infantis e com logomarca. O contato dela é 14 - 99731-5676.

Ler matéria completa