Bauru e grande região

 
Geral

Burocracia é superada e HC aguarda nova assinatura

Após obter Cnes, Famesp reencaminhou convênio novamente para o Estado

por Marcele Tonelli

04/06/2020 - 05h25

Aceituno Jr.

Pronto, Hospital das Clínicas segue sem receber os pacientes

A Famesp, enfim, obteve o Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (Cnes) nesta quarta-feira (3). Apontado como motivo para a não abertura do Hospital das Clínicas (HC) de Bauru, prometida pelo Estado para 26 de maio, o documento autoriza o predião a abrigar a nova unidade. Superadas as etapas burocráticas, o convênio foi reencaminhado com o novo registro para o governo estadual, que, agora, precisa assinar a documentação para que a fundação abra, enfim, as portas do hospital e receba os pacientes. A expectativa é de que a assinatura ocorra nesta quinta-feira (4).

"São vários passos que tivemos que dar e nossa equipe tem trabalhado diuturnamente para conseguir toda a documentação necessária. Felizmente, estamos no final. Encaminhamos o convênio para o DRS-6 (Departamento Regional de Saúde de Bauru) e, assim que o documento for assinado pela Secretaria de Estado da Saúde, já começaremos a atender", cita o presidente da Famesp, Antonio Rugolo Júnior.

Conforme o JC noticiou, o Ministério Público Estadual (MPE), por meio do promotor da Saúde Enilson Komono, confirmou em vistoria, em 28 de maio, que o HC está estruturado e com equipes internas preparadas para atender os 40 leitos de baixa e média complexidade de Covid-19. Como a unidade não terá portas abertas, dependerá de transferências do Hospital Estadual (HE).

CNPJ

Um problema envolvendo o CNPJ no qual o HC seria inscrito atrasou a obtenção do Cnes. Online, o processo para o cadastro teve início há quase 20 dias, mas a Famesp enfrentou um entrave envolvendo a mudança do endereço do CNPJ no qual o HC seria inscrito, que pertencia ao antigo escritório da fundação e que foi fechado.

A alteração parecia simples, segundo a Famesp, mas não foi autorizada, o que impediu que o hospital abrisse na data anunciada. Na tentativa de contornar a situação, a fundação abriu um novo CNPJ para o HC e conseguiu a alteração do endereço no convênio junto ao Estado, mas teve que retornar algumas fases do formulário e preenchê-lo novamente para reencaminhar ao DRS-6 e à Secretaria de Estado da Saúde.

Sandro acampa em frente ao hospital

Sandro Bussola/Divulgação

Sandro Bussola realizou protesto nesta quarta

Como forma de protestar contra o atraso da abertura do HC e pressionar por soluções, o vereador Sandro Bussola (PSD) acampou em frente ao predião da USP, nesta quarta-feira (3).

"Não vou fugir das minhas responsabilidades", afirmou o parlamentar, através de uma mensagem divulgada pela assessoria de imprensa. 

Bussola destaca que Bauru registra mais de 300 casos confirmados da Covid e um aumento progressivo. "O desenvolvimento do vírus em nossa cidade começa a se deslocar para as regiões periféricas, o que pode desencadear um surto que vai sobrecarregar nosso sistema municipal de saúde e até o mesmo o Estadual", observou o vereador.

Ele postou o protesto em suas redes sociais e disse que permaneceria em frente ao HC até que a situação seja resolvida. Pela noite, comemorou a obtenção do documento que faltava.

Ler matéria completa