Bauru e grande região

 
Geral

Polícia Civil tem nova chefia

Ricardo Martines assume o Deinter-4 no lugar do delegado Marcos Mourão

por Tisa Moraes

29/07/2020 - 05h00

Samantha Ciuffa/JC Imagens

Ricardo Martines fala sobre o que planeja para o Deinter-4

O delegado Ricardo Luiz de Paula Martines é o novo diretor do Departamento de Polícia Judiciária de São Paulo Interior 4 (Deinter-4), órgão da Polícia Civil que fica sediado em Bauru e abrange 76 municípios. Estão vinculadas ao Deinter-4 todas as atribuições da recém-criada Divisão Especial de Investigações Criminais (Deic) e das delegacias seccionais de Bauru, Jaú, Lins, Marília, Ourinhos e Tupã.

Martines assumiu a função oficialmente em 18 de julho, após a publicação da aposentadoria do então diretor do órgão, Marcos Buarraj Mourão, que permaneceu por cinco anos e meio nesta função. Em razão da mudança, Martines deixou o posto de delegado da assistência policial do Deinter-4, que havia assumido em abril. Antes, ele tinha desempenhado, por um curto período, a função de chefe da Deic.

Com 31 anos de carreira, o novo diretor do Deinter-4 também foi, entre 2013 e 2019, titular da Delegacia Seccional de Bauru. Agora à frente do departamento, ele afirma que dará sequência à atuação bastante elogiada de Mourão, mas com o desafio de imprimir sua filosofia de trabalho.

"O doutor Mourão já vinha alcançando destaque no Estado quanto à redução das estatísticas criminais e aos índices de esclarecimento dos crimes mais graves. Nosso foco continuará no trabalho de inteligência da Polícia Civil, justamente para continuar combatendo crimes como homicídios, feminicídios, latrocínios, roubos e tráfico de entorpecentes", detalha.

FIM DE CICLO

Outro plano a ser concretizado é a implantação do Setor Especializado de Combate aos Crimes de Corrupção, Crime Organizado e Lavagem de Dinheiro (Secold) em Bauru, que ficará subordinado à Deic. Mourão adianta que um dos principais desafios de seu sucessor será, também, lidar com a redução do número de policiais civis, que vem se acentuando ao longo dos últimos anos.

Porém, mesmo enfrentando esta dificuldade, o delegado aposentado encerra um ciclo em meio a elogios dos colegas. Com 34 anos de carreira, Mourão atuou nos municípios de Mauá, Lins, Presidente Prudente e Marília, sendo, ainda, titular da Delegacia Seccional de Bauru por dois anos.

Com a aposentadoria, ele pretende continuar dando aulas na Academia de Polícia, tornar-se docente na área penal em cursos de Direito e, quem sabe, começar a atuar como advogado. "Tinha feito um projeto de trabalhar como delegado até os 60 anos, que é a idade que tenho hoje. Saí no momento planejado e trabalhei até o último dia como se fosse o primeiro. As mensagens sinceras de agradecimento e de torcida que recebi, eu irei carregar para o resto da vida", comenta.

Ler matéria completa