Bauru e grande região

 
Geral

Ano eleitoral impõe debate sobre ações estruturantes

Em seu aniversário de 124 anos, município tem, a curto e médio prazos, inúmeros desafios na estrutura urbana

por Thiago Navarro

01/08/2020 - 05h00

Aceituno Jr

Uma bela imagem de Bauru a partir do Drone/JC

Bauru completa hoje 124 anos de emancipação política em meio a um momento desafiador. A pandemia de coronavírus mudou não só a forma como lidamos com saúde, mas toda a economia global. No município, os reflexos para além da saúde foram variados, passando desde o aumento do desemprego, falências e dificuldades, até a redução na arrecadação da prefeitura, que se viu ainda obrigada a aumentar o trabalho de assistência social.

Até a comemoração do aniversário será diferente desta vez. Respeitando o distanciamento social, não haverá festa como em anos anteriores. Mas, mesmo em meio a uma das mais graves crises em séculos, Bauru tem também a chance de empreender novos rumos em seu desenvolvimento.

A perspectiva é de uma retomada econômica do País a partir do final deste ano, e especialmente em 2021, caso a pandemia seja controlada. Em novembro, teremos eleições municipais, e o JC já começou a propor o debate de ideias e projetos nas últimas semanas.

Além disso, estão em andamento propostas cruciais para as próximas décadas de Bauru, como a revisão do Plano Diretor, a nova Lei de Zoneamento, e projetos de três concessões - iluminação pública, lixo e cemitérios municipais. Há ainda ações que precisam acontecer, sem adiamentos, como a liquidação da Cohab e a conclusão da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Vargem Limpa (veja relação integral na página seguinte).

NA PERSPECTIVA DAS ELEIÇÕES

A pandemia adiou a disputa das eleições, que estavam marcadas para outubro. As novas datas são 15 de novembro para o primeiro turno e 29 de novembro para o segundo. As campanhas serão rápidas, pois começam em 26 de setembro. Mais do que comemoração, o aniversário da cidade traz reflexão. Temos a chance de discutir, nos próximos meses, as decisões sobre qual Bauru vamos projetar para os anos e décadas que virão.

Ler matéria completa