Bauru e grande região

 
Geral

Polícia Civil esclarece morte por espancamento e dois são detidos

Um jovem foi preso e um menor, apreendido; homicídio ocorreu no dia 11 de julho

por Ana Beatriz Garcia

01/08/2020 - 05h00

Malavolta Jr./JC Imagens

Delegado Rogério Dantas fala sobre esclarecimento do caso

A Polícia Civil prendeu e apreendeu, na manhã desta sexta-feira (31), um homem e um adolescente acusados de espancar Anderson Vinícius Ribeiro Borges, de 22 anos, morador do Parque Roosevelt, em Bauru. O crime ocorreu no dia 11 de julho e o jovem morreu após ficar três dias internado, em estado grave, no Hospital de Base (HB) da cidade.

Segundo o delegado da Divisão Estadual de Investigações Criminais (Deic), Rogério Dantas Monteiro, que é responsável pelo caso, os acusados agrediram o jovem na rua Emil Baracat, após uma briga de vizinhança. "Eles eram conhecidos e os autores chamaram a vítima para fora de sua casa após se desentenderem. Então, o espancaram com pauladas e chutes", afirma.

Após investigações da 3.ª Delegacia de Homicídios da Deic, a polícia identificou N.T.F (somente as iniciais foram divulgadas), de 19 anos, no Jardim Vânia Maria, e um adolescente, de 13 anos, no Parque Roosevelt, como possíveis autores do homicídio. O nome do jovem envolvido foi preservado em respeito ao ECA.

"Foram cumpridos os pedidos de prisão temporária e internação na manhã de hoje (ontem). O maior será encaminhado à Cadeia Pública de Avaí e o menor aguarda uma vaga na Fundação Casa", completa Dantas.

O CASO

De acordo com o registro policial, Anderson Vinícius Ribeiro Borges deu entrada no HB no sábado, dia 11 de julho, com traumatismo cranioencefálico, trauma torácico e múltiplas fraturas. Após ficar internado em estado grave, ele morreu no dia 14 de julho.

Ler matéria completa