Bauru e grande região

 
Geral

Dois são presos com remédios falsos e por exercício ilegal da Medicina

Após médico registrar boletim de ocorrência, equipes da Polícia Civil, por meio do SIG, fizeram o flagrante ontem

por Vitor oshiro

01/10/2020 - 05h00

Polícia Civil/Divulgação

Polícia Civil flagrou dezenas de remédios sem prescrição, sem descrição da concentração de substâncias no rótulo e falsificados

A Polícia Civil, através do Setor de Investigações Gerais (SIG), prendeu dois farmacêuticos nesta quarta-feira (30), em Bauru, por falsificação de medicamentos e exercício ilegal da Medicina.

O flagrante ocorreu em uma farmácia de manipulação na região central da cidade. O JC não teve acesso aos nomes dos envolvidos e nem do estabelecimento.

Delegada em exercício no SIG, Márcia Regina dos Santos conta que, no início de agosto, um médico registrou boletim de ocorrência (BO), fato que gerou a investigação. "Ele procurou a polícia dizendo que havia remédios prescritos com seu nome sendo vendidos para pacientes, mas que ele não havia feito essas prescrições", detalha.

Os medicamentos que constavam na denúncia eram para impotência sexual e calvície. "São remédios, inclusive, que possuem efeitos colaterais", explica a delegada.

Após a investigação, o SIG cumpriu mandado ontem, por volta das 11h, no estabelecimento alvo da denúncia. Um representante do Conselho Regional de Farmácia (CRF) acompanhou as buscas.

De acordo com a Polícia Civil, foram encontrados dezenas de medicamentos sem a devida prescrição médica, sem concentração de substâncias no rótulo e também falsificados.

A autoridade policial determinou a prisão em flagrante do farmacêutico do local e do proprietário do estabelecimento, que também é farmacêutico.

Eles permaneceram à disposição da Justiça e irão passar por audiência de custódia.

Ler matéria completa