Bauru e grande região

 
Geral

Enfrentamento à crise

22/11/2020 - 05h00

Para o prefeito Clodoaldo Gazzetta, o volume de empresas abertas em apenas dois meses reflete a forma como Bauru conseguiu enfrentar a crise econômica provocada pela pandemia. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), órgão vinculado à Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia, Bauru perdeu 153 empregos formais de janeiro a outubro deste ano, enquanto outras cidades de mesmo porte encerraram um número significativamente maior de postos de trabalho.

Exemplos são Piracicaba (-2.428 vagas), São José do Rio Preto (-4.111), Jundiaí (-4.228) e Santos (-6.397). "Entre as cidades paulistas de 300 mil a 500 mil habitantes, Bauru foi a que menos perdeu empregos, o que mostra um acerto sobre as decisões tomadas, no momento necessário, sobre o fechamento e reabertura das atividades econômicas durante a pandemia", observa. De acordo com o prefeito, em seus quatro anos de mandato, Bauru registrou aumento de 5 mil empresas.

Ler matéria completa