Bauru e grande região

 
Geral

Fortes chuvas isoladas com vento e granizo deixam estragos em Bauru

Foram registrados alagamentos e dezenas de quedas de árvores, além de vários bairros 'no escuro'; totem caiu na Duque

por Larissa Bastos

28/11/2020 - 05h00

Aceituno Jr.

Avenida Nações Unidas ficou alagada durante a chuva desta sexta-feira (27)

Após dias seguidos de altas temperaturas, fortes chuvas isoladas na tarde desta sexta (27), com ventania intensa e até granizo, atingiram diversas áreas de Bauru e deixaram estragos pela cidade. Foram registradas dezenas de quedas de árvores, enxurradas e alagamentos, além de vários bairros que ficaram "no escuro". Apesar dos prejuízos, segundo o Corpo de Bombeiros e a Defesa Civil, não houve feridos.  

Uma das ocorrências que mais chamou a atenção foi na quadra 21 da avenida Duque de Caxias, na Vila Cardia. O totem de uma empresa, com cerca de 7 metros, caiu sobre os fios e deixou os bairros ao redor sem energia elétrica. A via precisou ser interditada nos cruzamentos com as ruas Goiás e Maceió para que o objeto fosse retirado e a equipe da CPFL Paulista pudesse realizar a manutenção necessária, o que gerou congestionamento na avenida. Até o início da noite, o trânsito ainda não havia sido liberado.

A reportagem do Jornal da Cidade também recebeu relatos de queda de energia no Jd. Bela Vista, Jd. Panorama, Jd. Brasil, Vila Maracy, Jd. Terra Branca, Jd. Godoy, Vila Falcão, Pq. Paulistano, Jd. Cruzeiro do Sul, Nova Esperança e Vila Popular. Vários semáforos, como os da rua Rio Branco e os da avenida Duque de Caxias, tiveram panes.

No início da noite, a CPFL disse que trabalhava com todo efetivo para restabelecer a energia. Contudo, a empresa não informou quantos clientes foram afetados e nem qual a parcela de normalidade até o fechamento desta edição. Leitores entraram em contato com o JC dizendo que a previsão de restabelecimento para algumas áreas era só para as 11h deste sábado (28).

ÁRVORES

O Corpo de Bombeiros contabilizou aproximadamente 50 chamados para quedas de árvore em fiação após a chuva. Já a Defesa Civil afirmou que, ao menos, 15 árvores de grande porte caíram, principalmente na região central, Vila Falcão e Vila Mesquita. 

Na Vila Dutra, a cobertura de uma garagem não resistiu à ventania e caiu sobre um carro. Na Praça São Pedro, no mesmo bairro, árvores e galhos foram derrubados.

No Estádio Alfredo de Castilho, a chuva comprometeu ainda mais a estrutura da área coberta, que já tinha sofrido muitos prejuízos no último temporal. O telhado do setor de filmagem foi completamente arrancado pelo vento e, por pouco, a estrutura não atingiu o alojamento. Além disso, dois outdoors foram derrubados e parte do telhado da arquibancada também foi danificado.

MUITA ÁGUA

O grande volume de água fez com que parte da avenida Nações Unidas ficasse alagada sob o viaduto em que passa a linha férrea, no cruzamento com a rua Marcondes Salgado e em frente ao Teatro Municipal.

Já o Rio Bauru, na avenida Nuno de Assis, chegou em seu limite e quase transbordou. Além disso, um poste de iluminação caiu e ficou pendurado sobre o curso d'água.

Outro local que teve uma grande enxurrada foi na Vila Falcão. Por lá, a rua Nilo Peçanha virou praticamente um rio.

Confira os vídeos:

Precipitação e ventania

De acordo com o Centro de Meteorologia de Bauru (IPMet), em aproximadamente meia hora na tarde de ontem, choveu 42 milímetros na Vila Industrial, 38 milímetros no Parque São Geraldo, 25 milímetros na Vila Nova Esperança, 22 milímetros no Jardim Ouro Verde e 18 milímetros na Vila Universitária. 

Já em relação aos ventos, o site oficial do órgão aponta que, por volta das 16h45, foram registradas rajadas de 46,2 quilômetros por hora.

Ler matéria completa