Bauru e grande região

Geral

Estado anuncia reativação de leitos extintos no HE, HC e em Botucatu

Haverá a implantação de 42 vagas nas três unidades hospitalares, sendo que 32 delas haviam sido reduzidas anteriormente

por Vitor Oshiro

20/01/2021 - 05h00

Aceituno Jr./JC Imagens

Esta será a primeira vez, segundo anúncio do Estado, que o HC de Bauru contará com UTIs de Covid-19

Diante do contexto preocupante de lotação das unidades hospitalares durante a pandemia, a Secretaria de Estado da Saúde informou, nesta terça-feira (19), mais 42 leitos na região para fortalecer a rede de enfrentamento à Covid-19, sendo 36 em Bauru e outros seis em Botucatu (estes últimos já em funcionamento desde 7 de janeiro). Na prática, a grande maioria - 32 deles - se trata de uma reativação de vagas extintas anteriormente. A pasta afirma que a implantação dos leitos bauruenses ocorrerá "em breve", contudo, não estipulou o prazo exato.

Trinta leitos desse total serão instalados no hospital de campanha no chamado prédio do Hospital das Clínicas (HC) da USP em Bauru, incluindo dez de UTI.

Será a primeira vez que a unidade contará com terapia intensiva. Inclusive, havia a informação de que seriam necessárias adaptações no hospital de campanha para a implantação de UTIs. Questionado sobre isso, o Estado não deu mais detalhes sobre quais seriam tais adequações e quando seriam realizadas.

Atualmente, o HC tem 20 leitos de enfermaria para casos de baixa complexidade da Covid-19.

HOSPITAL ESTADUAL

A ampliação anunciada ontem inclui também seis leitos de UTI no Hospital Estadual (HE) de Bauru. Com isso, a unidade ficaria com 56 unidades de terapia intensiva para o combate ao novo coronavírus.

Nesta terça-feira, os 50 leitos de UTI estavam com taxa de ocupação de 96%, de acordo com a Saúde do Estado. Já os 46 de enfermaria estavam todos ocupados ontem.

RETORNO DE VAGAS

Vale lembrar que o HC de Bauru começou a operar com 40 vagas de enfermaria Covid e, depois, a oferta foi reduzida para 20 leitos. O mesmo ocorreu com o HE, que, no auge da pandemia, tinha 56 UTIs e, posteriormente, passou a contar com 50.

Na prática, além das 10 unidades de terapia intensiva ao HC, o que o Estado anunciou ontem é, na verdade, a reativação desses leitos que foram reduzidos há alguns meses.

NA REGIÃO

Os outros seis leitos da região foram anunciados para o HC de Botucatu. Contudo, de acordo com a assessoria de comunicação da unidade hospitalar, eles já começaram a receber pacientes no dia 7 de janeiro deste ano. Assim, trata-se, agora, apenas de um anúncio oficial. E todos os seis também são uma reativação de vagas reduzidas anteriormente.

SEM RESPOSTAS

A reportagem solicitou à Secretaria de Estado da Saúde um porta-voz para esclarecer determinados tópicos sobre os novos leitos, contudo, ninguém foi destacado para conceder entrevistas. Também foram feitos questionamentos para a assessoria de comunicação da pasta, que não foram elucidados.

Além das dúvidas sobre o prazo exato de ativação dos leitos e das adequações para as UTIs no HC de Bauru já citadas, foi perguntado, ainda, como o HE vai conseguir abrir novos seis leitos sendo que está lotado nos últimos dias.

"A medida (de aumentar os leitos) é fruto do esforço da pasta, em conjunto com gestores regionais, para fortalecer a rede assistencial, sobretudo para atendimento aos casos graves do novo coronavírus", limitou a dizer a pasta, em, nota.

Ler matéria completa