Bauru e grande região

Geral

Dos 50 leitos prometidos, 20 foram reativados no HB e HC

Por enquanto, foram abertas dez enfermarias para Covid-19 e outras dez a demais doenças

por Marcele Tonelli

23/02/2021 - 03h00

JuRehder

Vagas nos Hospitais

No início deste mês, o governo estadual anunciou um "pacote" em que prometia 50 leitos por 90 dias para Bauru. Deste total, 20 enfermarias foram entregues na cidade até o momento, sendo dez vagas para a Covid-19, no Hospital das Clínicas (HC), e outras dez para demais enfermidades, no Hospital de Base (HB). Resta, agora, a implantação de 20 UTIs, o que está em andamento no Hospital Estadual (HE) e no HC, além da reativação de mais dez leitos de enfermaria na última unidade citada. A expectativa é de que as primeiras UTIs dessa leva sejam entregues em março.

No início deste mês, o secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, disse que a previsão para abertura das 50 vagas era até o fim de fevereiro.

As dez UTIs que serão ativadas no HC serão custeados pela Prefeitura de Bauru, em parceria com a Famesp, que ficou responsável pela implantação e operacionalização dos leitos. Segundo o secretário municipal de Saúde, Orlando Costa Dias,  a previsão é de que a abertura ocorra após o dia 15 de março, porque o local passa por adequações na rede de gás e sistema de exaustão.

Conforme o JC noticiou, Bauru pagará R$ 1,6 mil (valor do SUS) pela diária de cada um dos dez leitos, o que deve totalizar até R$ 1,44 milhão nos três meses de acordo.

Em nota, o Estado diz que "aguarda o município e a Famesp concluírem a instalação dos dez leitos no hospital de campanha para formalizar o convênio de auxílio financeiro".

UTI NO HE

Já sobre a implantação das outras dez vagas de UTI no HE, que serão inteiramente custeadas pelo governo estadual, a Secretaria de Saúde de São Paulo diz apenas que a ativação dos leitos "está em andamento". A pasta não detalha como se dará o rearranjo na unidade e quais serviços podem ser reduzidos para abrir espaço à ampliação da UTI Covid-19 por lá.

REATIVAÇÃO NO BASE

Já abertos no HB, os dez leitos de enfermaria não são voltados para a Covid-19, mas para pacientes com outras doenças. Essas vagas são, na verdade, reativação de uma ala que havia sido fechada no hospital, em meados de janeiro, conforme denúncia feita pelo vereador Eduardo Borgo (PSL) e publicada pelo JC. No dia 29 daquele mesmo mês, o promotor de Saúde Pública, Enilson Komono, esteve no Base e filmou a ala trancada. Na época, o Estado confirmou que houve desativação de 17 leitos. O motivo seria a diminuição de repasse à Famesp.

Os outros dez leitos de enfermaria Covid abertos no HC também são resultado de reativação, realizada na última semana de janeiro. A unidade foi aberta como hospital de campanha, em 2020, com um total de 40 leitos de enfermaria. Com a queda de casos, no fim do ano passado, metade dessas vagas foi fechada como forma de otimizar recursos. Agora, o governo estadual promete ampliar a oferta para 40 vagas novamente.

Em nota, o Estado diz que "tem trabalhado sozinho pela criação de novos leitos na região e na cidade de Bauru" e que "não há qualquer habilitação de UTI Covid-19 vigente pelo Ministério da Saúde na cidade".

 

Ler matéria completa