Bauru

Geral

Lote da Pfizer deve chegar nesta 6.ª em Bauru para reforçar vacinação

Previsão é utilizar as doses em gestantes, puérperas, profissionais da Educação e também em pessoas com deficiência

11/06/2021 - 05h00

Reuters

Esta será a primeira vez em que Bauru receberá a vacina da Pfizer contra o novo coronavírus

Bauru deverá receber, nesta sexta-feira (11), o primeiro lote da vacina da Pfizer/BionTech, que, até então, em território paulista, era aplicada apenas na Capital. Ainda há previsão para recebimento, na próxima semana, de doses da Janssen, que tem como diferencial a imunização em dose única (leia mais abaixo).

Conforme o JC apurou, a cidade receberá 5.838 doses da vacina da Pfizer, que poderão ser aplicadas em gestantes e puérperas sem comorbidades, profissionais de 18 a 44 anos da rede básica de ensino e pessoas com deficiência permanente. Outros 37 municípios da região também deverão ser contemplados com mais 11,7 mil doses.

Por meio de nota, a assessoria de imprensa informou, contudo, não ter o "detalhamento sobre o horário da entrega e o número de doses que o município deve receber".

A reportagem apurou, ainda, que as equipes de saúde já estão, inclusive, passando por treinamento, já que, diferentemente das outras vacinas, a da Pfizer possui um preparo diferente, com a adição de um diluente antes da aplicação.

A chegada do imunizante da Pfizer em Bauru ocorre cerca de duas semanas depois de a Anvisa estender, de cinco para 31 dias, o prazo de armazenamento da vacina em geladeira comum, o que facilitou a logística de distribuição.

Na ocasião, conforme o JC noticiou, a Defensoria Pública do Estado em Bauru chegou a enviar ofício à Secretaria de Estado da Saúde para verificar a possibilidade de o município ser habilitado para receber o imunizante, depois de confirmar que a Secretaria Municipal de Saúde possuía estrutura para armazenamento das doses.

Janssen pode ficar para coletores, fiscais e moradores de rua

Além da Pfizer/BionTech, a Secretaria Municipal de Saúde também espera receber, na próxima semana, as primeiras doses da vacina da Janssen, empresa farmacêutica da Johnson & Johnson. A expectativa é de que um lote com 3 milhões de doses chegue ao País na próxima terça-feira (15), sendo 645 mil destinadas ao Estado de São Paulo para distribuição proporcional aos municípios paulistas.

A validade destes imunizantes se estende até 27 de junho, o que deverá demandar a realização de uma força-tarefa para aplicação em curto prazo. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Orlando Costa Dias, a intenção é utilizar as doses que vierem para Bauru em grupos específicos, como coletores de lixo, fiscais da Secretaria Municipal de Planejamento (Seplan), agentes do Grupo de Operações de Trânsito (GOT) da Emdurb e moradores de rua.

"Porém, dependeremos da chancela da Câmara Municipal e do Ministério Público, já este público não está incluído nos grupos prioritários que estão sendo vacinados agora", adianta, salientando a importante estratégia de imunizar os moradores de rua com uma vacina de dose única. "Assim, eles não precisarão guardar o cartão para receber a segunda dose posteriormente. E as equipes de saúde não precisarão procurá-los pela cidade uma segunda vez", frisa.

Ler matéria completa