Bauru

Geral

Imunização neste sábado é definida e Bauru quer antecipar faixa de 55 anos

Secretaria de Saúde adota estratégias para tentar agilizar a cobertura vacinal e dar vazão ao estoque de quase 39 mil doses

por Tisa Moraes

11/06/2021 - 05h00

Malavolta Jr./Arquivo

Orlando Costa Dias, secretário de Saúde, fala sobre a vacinação

A Secretaria Municipal de Saúde definiu a abertura de algumas unidades de saúde neste sábado (12) para acelerar a vacinação da população contra a Covid-19. Ao JC, a pasta também revelou que pretende antecipar a imunização do público entre 55 e 59 anos sem comorbidades, oficialmente programada pelo Estado para ter início na próxima quarta-feira (16).

A ideia é adiantar a aplicação das doses para segunda-feira (14), porém, para abrir o agendamento dos moradores nesta faixa etária, o município precisa aguardar a liberação do sistema VaciVida do governo paulista para, então, conseguir cadastrar os vacinados deste grupo. A expectativa é de que esta liberação ocorra justamente até o dia 14. Segundo a Fundação Seade, existem aproximadamente 23 mil pessoas entre 55 e 59 anos residindo em Bauru.

A antecipação da vacinação e a abertura de unidades para aplicar doses no sábado são duas das estratégias da secretaria para dar vazão à grande quantidade de imunizantes que estão estocados nas unidades. Conforme o JC revelou em primeira mão nesta quarta-feira (9), dados do "Vacinômetro" - banco estatístico do governo estadual - apontavam que a prefeitura armazenava 40 mil doses da vacina contra o coronavírus, entre AstraZeneca e CoronaVac.

Nesta quinta (10), o número ainda era de 38,8 mil, ou 18,7% do total de 207.584 doses recebidas, o que colocava Bauru na 482.ª posição entre os 645 municípios paulistas quanto à agilidade na imunização contra a Covid-19.

Para o secretário municipal de Saúde, Orlando Costa Dias, o represamento é resultado da dificuldade de parte da população a ter acesso a laudos médicos para comprovar comorbidades. Na última semana, na tentativa de dar vazão às doses em estoque, foram flexibilizadas as regras para comprovação de hipertensão, doenças oncológicas e cardiológicas.

Outra medida no mesmo sentido foi desobrigar apresentação de laudo para comprovar obesidade mórbida. Agora, a pesagem ocorre dentro das próprias unidades, com certificação do médico que estiver no local quando o Índice de Massa Corpórea (IMC) da pessoa for de 40 ou mais.

MAIS AGILIDADE

Mesmo com as mudanças, o secretário avalia que o ritmo só deverá ser, de fato, agilizado com a ampliação da imunização por idade, o que ocorrerá a partir da semana que vem. "A partir daí, os trâmites ficam mais simples, não precisa de receita ou comprovante que dificultam a vacinação. Basta apresentar documento de identidade", comenta.

Também visando acelerar a cobertura vacinal, a secretaria havia informado ao JC que, a partir desta semana, a aplicação das doses ocorreria de segunda-feira a sábado, inclusive em feriados. A estratégia, porém, terá de ser rediscutida, porque encontrou resistência entre os servidores.

Dias reconhece que os profissionais de enfermagem estão cansados, por vezes se sentindo coagidos por munícipes dentro das unidades, mas adiantou que iniciará tratativas com a categoria para dar sequência ao plano da pasta. "Já estamos vivendo a terceira onda da pandemia de Covid-19 e precisamos acelerar o processo, vacinar o maior número possível de pessoas. Ainda que os servidores não tenham obrigação de trabalhar aos sábados, tentaremos convencê-los de que a população precisa desse esforço", completa.

Covid-19 e Influenza: locais de aplicação das doses amanhã

Conforme o JC publicou ontem, neste sábado (12), a Secretaria de Saúde irá vacinar a população contra a Covid-19 e também contra a Influenza. As doses estarão disponíveis das 8h às 16h, para os públicos autorizados a recebê-las.

A vacinação contra a Covid-19 ocorrerá nas UBSs da Vila Falcão, Geisel e Mary Dota, Cerest, Casa da Mulher e Centro de Referência em Moléstias Infecciosas (CRMI). O imunizante é destinado a todas as pessoas que podem tomar a primeira dose, como quem tem de 18 a 59 anos com comorbidade, 18 a 59 anos com deficiência permanente, gestantes e puérperas com 18 anos ou mais, pessoas com Síndrome de Down, transplantados, pessoas de 18 a 59 anos com HIV, idosos, profissionais da saúde e profissionais da educação entre 18 e 46 anos.

É necessário fazer agendamento prévio no site da Prefeitura de Bauru (www.bauru.sp.gov.br/agendamentovacinas). Vale lembrar que, para os profissionais da Educação, é obrigatório ter o cadastro validado no site 'Vacina Já Educação' e o QR Code.

INFLUENZA

Já a vacinação contra a Influenza será liberada para caminhoneiros, trabalhadores do transporte rodoviário, membros das forças de segurança e salvamento a partir deste sábado. A imunização será realizada em todas as UBSs e USFs, com exceção das UBSs da Vila Falcão, Geisel e Mary Dota. Inclusive, pessoas a partir de 60 anos, gestantes, puérperas, profissionais da saúde, profissionais da educação e crianças de seis meses a cinco anos também podem procurar as unidades.

Já o Promai também será ponto de vacinação exclusivo para os idosos. Não há necessidade de agendamento, mas é preciso apresentar RG e CPF e, se possível, a carteira de vacinação. Para quem já tomou a vacina da Covid-19, também deve ser mostrado o cartão em que consta a aplicação deste imunizante, para que seja verificado se o intervalo de 15 dias entre as doses está correto, antes da aplicação.

Nesta quarta-feira (9), a Secretaria de Saúde concluiu a aplicação da dose única da vacina contra a Influenza em todos os idosos que vivem em casas de repouso de Bauru ou em instituições de longa permanência. Antes, a pasta já tinha aplicado as duas doses do imunizante da Covid-19 aos idosos que vivem nestas instituições no município.

Ler matéria completa