Bauru

Geral

Tradição caipira perde Marcelo Teixeira

Presidente da Comitiva Costela & Viola, ele organizava diversos eventos na área

por Marcele Tonelli

14/10/2021 - 05h00

Malavolta Jr./JC Imagens

Marcelo Roberto Teixeira era conhecido em Bauru e região por sua atuação em eventos com churrascos e costela fogo de chão

Morreu, nesta quarta-feira (13), aos 46 anos, Marcelo Roberto Teixeira, figura conhecida em Bauru e região quando o assunto é cultura caipira e churrasco profissional, especialmente com a costela fogo de chão. Considerado pioneiro nesta tradição no município, ele era presidente da Comitiva Costela & Viola, que organizou diversos eventos cidade afora.

Marcelo foi encontrado morto em sua casa, no Núcleo Mary Dota, na manhã de ontem. A hipótese inicial é de que tenha sofrido um infarto.

"Era um cara do bem, que vivia para o trabalho que amava e que fará muita falta. Ele era o pioneiro da costela fogo de chão em Bauru, seu churrasco era inigualável. Com certeza, é uma perda irreparável para a nossa tradição caipira", comenta Neto Bueno, 33 anos, amigo de longa data.

Marcelo Teixeira foi tricampeão do Torneio de Churrascos de Bauru e conquistou também premiações estaduais na Queima do Alho, além de boas colocações em competições nacionais da área. Ele chegou, inclusive, a ser jurado internacional da World Barbecue Association (WBQA).

SOLIDARIEDADE

Apaixonado pelo trabalho, Marcelo também encontrava tempo para a solidariedade. Foi, por muitos anos, o Papai Noel da Casa da Sopa da Vila Dutra. Percorria escolas, casas de repouso e escolinhas de futebol entregando brinquedos para crianças em regiões periféricas da cidade.

"Deixou milhares de amigos verdadeiros. E escreveu uma bela história de superação", escreveu Rose Lopes, coordenadora da Casa da Sopa, em suas redes sociais. 

O corpo de Marcelo Teixeira foi velado no Terra Branca, da rua Gerson França. O enterro ocorreu às 13h desta quinta-feira (14) no Cemitério da Saudade.

Ler matéria completa

×