Bauru e grande região

Internacional

Dorian chega aos Estados Unidos

Furacão Dorian perdeu força e foi rebaixado a uma tempestade nível 1 ao tocar o solo da Carolina do Norte nesta sexta

por FolhaPress

07/09/2019 - 06h00

Jonathan Drade/Reuters

Trabalhadores consertam telhado destruído por ventos do furacão em Charleston, nos EUA

Charleston, EUA - O furacão Dorian atingiu a Carolina do Norte nesta sexta-feira (6), provocando ventos fortes e ondas grandes em uma região de praias, mas com intensidade bem menor do que a registrada durante a devastadora passagem pelas Bahamas. Ele agora está classificado como categoria 1. 

A tempestade, com ventos de 150 km/h, atingiu o solo em Cabo Hatteras às 10h (horário de Brasília), de acordo com o NHC (Centro Nacional de Furacões dos EUA).

A passagem do Dorian encharca as Carolinas desde a manhã de quinta-feira (5), inundando cidades do litoral e desencadeando mais de uma dúzia de tornados.

As águas das inundações atingiram 30 centímetros ou mais em partes de Charleston, na Carolina do Sul, onde mais de 180 mm de chuva caíram em algumas áreas, disseram autoridades.

SEM LUZ

Mais de 300 mil casas e negócios ficaram sem luz nas Carolinas na manhã desta sexta-feira. Houve blecautes também na Geórgia, mas o serviço já foi parcialmente restabelecido.

Vários moradores da costa da Carolina do Norte acataram as ordens de deixar suas casas, mas outros protegeram suas moradias com placas de madeira e se preparavam para enfrentar o furacão.

Em Charleston, os fortes ventos já derrubaram árvores, semáforos e postes de luz. 

Dorian já levou até 250 mm de chuva ao longo da costa entre Charleston, na Carolina do Sul, e Wilminton, na Carolina do Norte, segundo meteorologistas.

"A chuva está seguindo para o norte", disse Alex Lamers, meteorologista do NWS (Serviço Nacional do Clima), na manhã desta sexta. 

O Dorian deve deve desencadear ventos típicos de tempestade tropical na ilha de Nantucket e em Martha's Vineyard, no Massachusetts, na manhã de sábado.

Ao passar pelas Bahamas, Dorian deixou diversas cidades destruídas e gerou ao menos 30 mortes.

Ler matéria completa