Bauru e grande região

Internacional

Papa ataca líderes corruptos ao deixar Moçambique

por Philip Pullella

07/09/2019 - 06h00

Maputo - Ao encerrar sua visita a Moçambique nesta sexta-feira (6) o papa Francisco repreendeu líderes políticos e empresariais do país do leste africano que se permitem ser corrompidos por estrangeiros.

Em seu último dia no país Francisco rezou uma missa para cerca de 60 mil pessoas no estádio nacional de Maputo.

"Moçambique é uma terra de recursos naturais e culturais abundantes, mas paradoxalmente grande quantidade de seu povo vive abaixo da linha da pobreza", disse Francisco no estádio.

"Às vezes aqueles que se aproximam com o desejo alegado de ajudar têm outros interesses. Isso acontece com irmãos e irmãs da mesma terra, que se deixam corromper. É muito perigoso pensar que este é o preço a pagar pela ajuda estrangeira", disse Francisco.

Ler matéria completa