Bauru e grande região

Internacional

Ataque, com dois mortos, foi transmitido ao vivo

Duas pessoas morreram em frente a uma sinagoga em Halle, na Alemanha

10/10/2019 - 06h00

Mike Blake/Reuters

Um homem foi preso: ataque de fundo religioso em cidade média

Berlim - O ataque a tiros que deixou duas pessoas mortas na Alemanha nesta quarta (9) foi transmitido ao vivo na plataforma de videogames da Amazon, o Twitch. Cerca de 2.200 pessoas assistiram ao vídeo, segundo o site.

O atentado ocorreu no dia do Yom Kipur, a data mais sagrada do ano para o judaísmo, em frente a uma sinagoga e em um restaurante de comida árabe na cidade de Halle, 150 km a sudoeste de Berlim.

"Estamos chocados e tristes com a tragédia que ocorreu hoje na Alemanha e nossas mais profundas condolências vão para todos os afetados", disse Brielle Villablanca, porta-voz do Twitch.

O vídeo mostra o homem se dirigindo à sinagoga, onde encontra os portões fechados, xinga e, depois de tentar forçar a abertura das grades sem sucesso, dispara várias vezes em uma pessoa que passava por ali.

Antes de começar a atirar, ele recita para uma câmera, em inglês precário, uma espécie de manifesto contra os judeus, sentado dentro de um carro.

Um homem foi preso, mas as autoridades pediram à população da cidade de 200 mil habitantes que permaneça em alerta, pois a procura por outros dois suspeitos continuava.

O QUE É O TWICH

O Twitch, que diz ter 15 milhões de usuários diários, é um site no qual jogadores podem transmitir suas partidas ao vivo e conversar com outros usuários, embora também tenha canais de esporte, música e política.

O ministro do Interior da Alemanha, Horst Seehofer, disse que o tiroteio foi antissemita, acrescentando: "De acordo com a promotoria federal, há indícios suficientes de que se tratava de extremista de direita com motivações antissemitas".

Ler matéria completa