Bauru e grande região

Internacional

EUA estão fora do Acordo de Paris

EUA dizem à ONU que deixam formalmente o amplo tratado climático, maior compromisso mundial a favor do meio ambiente

por Agência Brasil

05/11/2019 - 06h00

Jonathan Ernst/Reuters

Presidente Donald Trump fala a repórteres: "Fui eleito para representar Pittsburgh e não Paris"

Washington - Os Estados Unidos anunciaram nesta segunda-feira (4) à Organização das Nações Unidas (ONU) que iniciaram formalmente o seu processo de retirada do marco do Acordo Climático de Paris, assinado em 2015 na capital francesa.

O secretário de Estado, Mike Pompeo, disse nesta segunda-feira que enviou uma notificação formal às Nações Unidas neste sentido. Isso inicia um processo de retirada que deve demorar um ano para ser oficializado. A declaração de Pompeo elogiou os cortes de poluição de carbono nos Estados Unidos e chamou o acordo de Paris de "um ônus econômico injusto" para a economia dos EUA. Ele ainda declarou que o país faz sua parte na luta contra as emissões de gases-estufa e prometeu que Washington proporia um modelo realista e pragmático nas discussões internacionais sobre o clima.

O anúncio de Pompeo também foi divulgado em sua conta no Twitter. Logo depois, o presidente Trump confirmou a saída, em poucas palavras, para a imprensa.

O QUE É

Os EUA são a primeira nação a sair do acordo. As regras do contrato impediam um país de se retirar nos três primeiros anos após a ratificação, em 4 de novembro de 2016.

A notificação marca o primeiro passo formal de um processo que levará um ano. Assim, os EUA devem deixar oficialmente o acordo em 4 de novembro de 2020, um dia após a eleição presidencial.

A saída já havia sido anunciada pelo presidente americano Donald Trump em junho de 2017. Na época, Trump alegou defender os interesses do país, uma "reafirmação da soberania americana". ""Fui eleito para representar os eleitores de Pittsburgh [cidade industrial no Estado da Pensilvânia], não de Paris", disse.

Sob a presidência de Barack Obama, um dos grandes fiadores do Acordo de Paris, os EUA tinham se comprometido a reduzir as emissões dos gases-estufa de 26% para 28% até 2025, em comparação com 2005.

O que é

Quase 200 países assinaram o acordo climático internacional em que cada país fornece seus próprios objetivos para reduzir as emissões de gases que levam à mudança climática.

Ler matéria completa