Bauru e grande região

Internacional

Após negar, Irã admite e fala em falha de comunicação

por FolhaPress

12/01/2020 - 06h00

Teerã - O Irã admitiu que o avião ucraniano que caiu em seu território na última quarta-feira (8) foi derrubado por erro humano, afirmou a TV estatal iraniana neste sábado (11). O comunicado lido na emissora declara que os responsáveis serão punidos. Todas as 176 pessoas a bordo morreram.

"A República Islâmica do Irã lamenta profundamente esse erro desastroso", escreveu o presidente iraniano, Hasan Rowhani, no Twitter. "Meus pensamentos e orações vão para todas as famílias de luto." Ele reiterou que os responsáveis pelo incidente serão processados.

O chanceler iraniano, Javad Zarif, lamentou o erro em uma rede social, mas culpou os Estados Unidos pelo estado de tensão. "O erro humano, em um momento de crise causada pelo aventureirismo americano, levou a um desastre."

Em comunicado, a Guarda Revolucionária do Irã disse, na primeira mudança de posição do país sobre o acidente, que o avião havia voado perto de um local militar sensível.

Segundo a agência de notícias local Fars, o líder supremo do Irã, o aiatolá Ali Khamenei, a principal autoridade da República Islâmica, foi informado sobre a derrubada acidental do avião ucraniano na sexta-feira (10) e disse que as informações deveriam ser anunciadas publicamente após uma reunião do principal órgão de segurança do Irã.

O comandante da seção aeroespacial da Guarda Revolucionária iraniana, general Amir Ali Hajizadeh, assumiu a culpa pelo erro em uma declaração à TV estatal. "Preferiria estar morto a testemunhar um acidente semelhante", afirmou.

O comandante disse que o avião foi confundido com um míssil de cruzeiro (armamento guiado remotamente para liberar ogivas a longas distâncias) e abatido por um míssil de curto alcance. Ele também afirmou que o soldado efetuou o disparo sem ordem por causa de uma interferência nas telecomunicações.

Os governos do Canadá e do Reino Unido, assim como funcionários da inteligência dos EUA, já haviam dito ter informações que indicam que o voo foi derrubado por um míssil iraniano de forma acidental.

Ler matéria completa