Bauru e grande região

 
Internacional

Macron perde maioria na Assembleia Nacional

Sete parlamentares romperam com a República em Marcha (LREM)

por FolhaPress

20/05/2020 - 06h00

Reuters

Emmanuel Macron

Paris - O partido do presidente francês, Emmanuel Macron, perdeu nesta terça-feira (19) a maioria que possuía dentro da Assembleia Nacional após um grupo de deputados anunciar sua saída da sigla por discordar de parte das políticas econômicas do mandatário. Ao todo, sete parlamentares romperam com a República em Marcha (LREM), a legenda criada pelo próprio Macron em 2016 para apoiar sua então candidatura à Presidência.

Os deputados anunciaram que farão parte de um novo grupo que está sendo formado no Parlamento, o Ecologia, Democracia, Solidariedade, que terá uma plataforma mais à esquerda do que a do atual presidente. Com isso, o LREM passará a ter 288 deputados, um a menos do que o necessário para ter maioria absoluta na Casa.

O grupo de parlamentares não irá fazer oposição ao governo e que o objetivo da medida é convencer Macron a adotar políticas que beneficiem os trabalhadores e o meio ambiente. Segundo Aurelien Tache, um dos desertores, a ação é necessária para impedir o fortalecimento da ultradireita antes da próxima eleição presidencial, em 2022..

Ler matéria completa