Bauru e grande região

 
Internacional

Nasa lança nova sonda para Marte em busca de vida passada

Sonda, que é um jipe, chama-se Perseverança, sem português

por Agência Brasil

31/07/2020 - 05h00

Fotos: Joe Skipper/Reuters/via Nasa

Perseverance, sonda marciana de última geração da Nasa, a agência espacial dos Estados Unidos, foi lançada do Cabo Canaveral, na Flórida, em um foguete Atlas 5, nesta quinta-feira (30), em uma missão de US$ 2,4 bilhões para procurar vestígios de uma possível vida passada no planeta.

A sonda robótica de seis rodas do tamanho de um carro, na verdade um jipe,  também deve levar um mini-helicóptero para Marte e testar equipamentos para futuras missões com humanos no planeta. A expectativa é que a sonda chegue a Marte em fevereiro.

Esta é a nona missão da Nasa à superfície de Marte.

"Estou tão aliviado", disse o chefe da divisão científica da Nasa, Thomas Zurbuchen, durante a transmissão ao vivo do lançamento. "É realmente como a chave de um monte de novas pesquisas que vamos fazer e que está concentrada na pergunta... há vida lá?", afirmou. A sonda deve pousar na base de uma cratera de 250 metros de profundidade chamada Jezero, que foi um lago há 3,5 bilhões de anos.

PROBLEMAS

A nave Mars 2020, sofreu problemas técnicos e opera agora apenas seus sistemas essenciais, informou a agência espacial dos Estados Unidos. O fato aconteceu duas horas e meia depois do lançamento. "Os dados indicam que a espaçonave entrou em um estado conhecido como modo de segurança, provavelmente porque parte da espaçonave estava um pouco mais fria do que o esperado".

Problemas técnicos

A nave Mars 2020, que transporta um novo veículo da Nasa enviado para explorar Marte, sofreu problemas técnicos e opera agora apenas seus sistemas essenciais, informou a agência espacial dos Estados Unidos. O fato aconteceu duas horas e meia depois do lançamento que foi às 10h15 no horário de Brasília. "Os dados indicam que a espaçonave entrou em um estado conhecido como modo de segurança, provavelmente porque parte da espaçonave estava um pouco mais fria do que o esperado enquanto (...) se encontrava na sombra da Terra", informou a Nasa, acrescentando que a missão avalia o estado do artefato.

Quando uma nave entra no modo de segurança, ela desliga todos os sistemas, exceto os essenciais, até receber novos comandos do controle da missão. Matt Wallace, vice-gerente de projetos da missão, disse que o fato de a sonda ter entrado no modo de segurança não é muito preocupante. "Está perfeitamente bem, a espaçonave está feliz lá", disse.

Ler matéria completa