Bauru e grande região

 
Internacional

Universidade de Oxford retoma testes para vacina contra Covid

Os estudos haviam sido suspensos na terça-feira (8), após um participante apresentar reações adversas consideradas sérias

por Estadão Conteúdo

13/09/2020 - 05h00

Reuters

Cientista trabalha em laboratório da Universidade de Oxford, que prepara-se para retomar testes

Reino Unido - A Universidade de Oxford anunciou neste sábado (12), em nota, que retomará a fase 3 dos testes para sua potencial vacina contra a Covid-19, desenvolvida em parceria com o laboratório AstraZeneca. Os estudos haviam sido suspensos na terça-feira (8), após um participante apresentar reações adversas sérias.

Segundo o documento divulgado pela universidade, foi realizado um processo de revisão e, de acordo com as recomendações de um comitê de revisão de segurança independente e do regulador do Reino Unido, os testes poderão ser retomados.

"Globalmente, cerca de 18 mil pessoas receberam as vacinas do estudo como parte do ensaio. Em grandes ensaios como este, espera-se que alguns participantes não se sintam bem e todos os casos devem ser avaliados cuidadosamente para garantir uma avaliação cuidadosa da segurança", diz a nota.

A universidade não divulgou informações sobre o participante do estudo que apresentou reações adversas, mas destacou que está comprometida com a segurança dos voluntários e com "os mais altos padrões de conduta".

De acordo com o jornal The New York Times, o participante seria uma mulher, não estava no grupo placebo e teve mielite transversa, uma síndrome inflamatória que afeta a medula espinhal e costuma ser desencadeada por infecções virais.

Além do Reino Unido, os testes a pesquisa com a vacina também são realizados nos Estados Unidos, na África do Sul e no Brasil.

Ler matéria completa