Bauru e grande região

 
Internacional

Votação nos EUA já supera 2016

Mais de 47 milhões de norte-americanos entregaram suas cédulas, votando antecipadamente para escolha do presidente

23/10/2020 - 05h00

EBC/Agência Brasil

Trump vai votar antecipado também e Obama pede ao eleitor de Biden que não fique em casa

Nova York - Mais de 47 milhões de eleitores norte-americanos já votaram antes das eleições do dia 3 de novembro, superando 12 dias antes da data de votação o total de votos antecipados da eleição de 2016, de acordo com dados compilados pelo Projeto Eleições dos EUA.

Mais de 47 milhões de norte-americanos já entregaram suas cédulas, número aproximadamente oito vezes maior que os votos antecipados feitos no mesmo ponto antecedendo a disputa presidencial de 2016.

O alto número ocorre após muitos Estados expandirem a possibilidade de votação por correspondência ou presencial antecipada como uma maneira mais segura de votar durante a pandemia e mostra uma disposição do eleitorado em participar da decisão do futuro político de Donald Trump, que enfrenta um desafio duro por parte do democrata Joe Biden.

Biden lidera nas pesquisas nacionais de opinião, embora as pesquisas nos Estados cruciais indiquem uma disputa mais apertada.

O grande número de votos antecipados levou Michael McDonald, o professor da Universidade da Flórida que administra o Projeto Eleições dos EUA, a prever um comparecimento recorde de aproximadamente 150 milhões de eleitores, representando 65% do eleitorado, maior percentual desde 1908.

TRUMP 

O presidente dos EUA, Donald Trump, planeja votar de forma antecipada durante uma visita à Flórida, no sábado (24), segundo o porta-voz da Casa Branca, Judd Deere. O republicano deve passar o fim de semana em seu clube em Mar-a-Lago, na cidade de West Palm Beach. 

O voto não é obrigatório nos EUA, e os números de votação antecipada podem indicar participação recorde de eleitores neste ano.

A menos de duas semanas do pleito que poderá garantir a sua reeleição ou a vitória de Joe Biden, Trump está atrás nas principais pesquisas de intenção de voto, de acordo com o site especializado FiveThirtyEight, que calcula 52,1% para o democrata e 42,2% para o republicano.

OBAMA

O ex-presidente democrata Barack Obama apareceu pela primeira vez em um evento de campanha de Joe Biden, seu ex-vice, na noite de quarta-feira (21) e pediu aos americanos que compareçam às urnas. 

"Não estou nem aí para as pesquisas. Houve um monte de pesquisas da última vez, e não deu certo porque as pessoas ficaram complacentes em casa", disse ele sobre as eleições de 2016, quando o baixo comparecimento foi um dos fatores que prejudicaram a candidata democrata, Hillary Clinton.

 

Ler matéria completa