Bauru e grande região

 
Internacional

Debate civilizado: eleitor conseguiu ouvir Biden e Trump

O último confronto entre os candidatos à Presidência dos EUA não teve vencedor

por FolhaPress

24/10/2020 - 05h00

Sem vitoriosos: desta vez o destaque foi a educação de ambos

Nova York - Todo mundo ficou aliviado ao constatar que o último debate presidencial americano foi realmente um debate, no qual a moderadora, a jornalista Kristen Welker conseguiu moderar e os espectadores puderam ouvir as respostas dos candidatos.

Após um primeiro debate desastroso, em que seu comportamento agressivo foi rejeitado, Trump obedeceu às orientações de assessores e não interrompeu constantemente seu rival. Um bom antídoto para a campanha negativa de Trump, que acusa o democrata de 77 anos de estar senil (o republicano tem 74 anos).

Só que Biden não aparentou senilidade, como quando Trump afirmou que os americanos estavam aprendendo a viver com a Covid, retrucou: "As pessoas estão aprendendo a morrer com o coronavírus".

Segundo a média dos levantamentos calculada pelo site FiveThirtyEight, Biden tem 52,1% das intenções de voto, e Trump, 42,2%. O democrata lidera estados-pêndulo como Flórida, Michigan, Arizona, Pensilvânia e Wisconsin. Como 47 milhões de pessoas já votaram, e de 2% a 5% dos eleitores dizem estar indecisos - o espaço para virar votos é pequeno.

Ler matéria completa