Bauru e grande região

 
Internacional

Congresso peruano elege novo líder

Deputado Francisco Sagasti deverá ser o quarto presidente desde 2016

por FolhaPress

17/11/2020 - 05h00

Freddy Padilla/Wikipedia

Sagasti deve assumir ainda hoje

Buenos Aires - O Congresso peruano decidiu por meio de uma votação, nesta segunda-feira (16), que o novo líder do Parlamento será o deputado e engenheiro Francisco Sagasti, 76, do partido Morado, de centro. Ele recebeu 97 votos a favor e 26 contra.

O próximo passo é que Sagasti preste juramento como presidente interino do país para terminar o mandato iniciado em 2016 com a eleição de Pedro Pablo Kucsynski. A gestão termina em julho de 2021.

O Parlamento tenta colocar fim a uma crise institucional iniciada há uma semana, quando os congressistas votaram o impeachment do então presidente, Martín Vizcarra, que tinha ocupado o cargo de PPK (como é conhecido) após sua renúncia.

Vizcarra foi substituído pelo então líder do Congresso, o engenheiro Manuel Merino de Lama.

A decisão provocou reação da sociedade peruana, e houve manifestações diárias na capital e em outras cidades do país.

PROTESTOS E MORTES

No sábado (14), dois jovens, de 22 e 24 anos, foram mortos pela polícia, o que inflamou ainda mais os ânimos. Pelos menos 90 pessoas ficaram feridas nos protestos e há 20 desaparecidos.

Os que protestavam diziam que Merino não os representava, que havia ocorrido um golpe e que o Congresso estava avançando contra a democracia.

Diante de tamanha tensão, os próprios congressistas pediram a Merino de Lama que renunciasse. Ele o fez, por meio de uma carta, que foi votada e aprovada na noite de domingo (15).

Ler matéria completa