Bauru e grande região

Internacional

No Peru, um desafio para vacinar descendentes incas

Fazer a vacina chegar até eles é um desafio de logística e convencimento

30/04/2021 - 05h00

Fotos Públicas

Chegada de vacina permite avanço em regiões remotas, disse presidente Sagasti

Lima - O presidente peruano Francisco Sagasti viajou para a região de Cusco, santuário dos incas e chamada de "umbigo do mundo", para entregar 17.550 doses de vacinas da Pfizer para adultos mais velhos. Fazer a vacina chegar até eles é um desafio de logística e convencimento para vencer as tradições de um povo secular nos Andes.

Já o ex-presidente peruano Martín Vizcarra e a mulher estão com Covid-19, seis meses após terem se vacinado de forma controversa com o imunizante Sinopharm. 

Vizcarra, 58 anos, foi criticado por não ter usado máscara, nem ter respeitado o distanciamento social, durante sua campanha para as eleições parlamentares do último dia 11. A infecção ocorreu na semana em que o Congresso o inabilitou a ocupar a cadeira que conquistou, por ter se vacinado de forma irregular em outubro, um mês antes de ser destituído devido a um suposto caso de corrupção.

Ler matéria completa