Bauru

Internacional

Morre fundador do Sendero Luminoso

Causa da morte de Abimael Guzmán não foi informada pelo Ministério da Justiça

por FolhaPress

12/09/2021 - 04h59

Buenos Aires - Abimael Guzmán, fundador e líder do grupo guerrilheiro Sendero Luminoso, morreu neste sábado (11), aos 86 anos, num hospital militar de Lima, de acordo com o Ministério da Justiça do Peru. A causa não foi informada. Ele estava internado desde 13 de julho, com dificuldades para ingerir alimentos.

Guzmán cumpria pena de prisão perpétua no centro de detenção de Callao devido a diversos crimes relacionados a terrorismo. O Sendero Luminoso esteve em conflito com o Estado peruano de 1980 a 1999, num conflito que deixou mais de 70 mil mortos.

Guzmán foi professor de filosofia na Universidade Nacional San Cristóbal de Huamanga, em Ayacucho. A militância começou lá, ao convocar estudantes para a formação de uma agrupação de extrema esquerda que, segundo sua definição, seria a "quarta espada do comunismo". O Sendero Luminoso não é mais uma guerrilha.

Ler matéria completa

×