Bauru

Internacional

Elon Musk diz que vai reverter proibição de Trump

Novo dono do Twitter diz ser contra punição que baniu o ex-presidente dos EUA

por FolhaPress

11/05/2022 - 05h00

pt.wikipedia.org/Reprodução

Bilionário Elon Musk

Los Angeles - O bilionário Elon Musk disse nesta terça-feira (10) que vai reverter a medida que baniu o ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump do Twitter.

Em entrevista ao jornal Financial Times, Musk afirmou que considera um erro a decisão da plataforma tomada em decorrência dos comentários de Trump sobre a invasão do Capitólio, em 6 de janeiro de 2021.

"Acho que foi uma decisão moralmente ruim para ser claro, e tola ao extremo", afirmou o bilionário que, no mês passado, comprou o Twitter por US$ 44 bilhões (R$ 225 bilhões, na cotação atual).

"Eu não acho que foi correto banir Donald Trump, acho que foi um erro. Isso alienou uma grande parte do país e, em última análise, não resultou em Donald Trump não ter voz", acrescentou.

O Twitter e a equipe de comunicação de Trump ainda não fizeram comentários sobre a declaração.

No mesmo dia em que a oferta bilionária de Musk foi aceita pelo Twitter, Trump disse que não tinha interesse em voltar à plataforma.

A SUSPENSÃO

Com o ataque ao Capitólio, as redes sociais ficaram sob forte pressão devido ao seu papel na disseminação de notícias falsas e discursos de ódio.

Um relatório da Avaaz, organização global de defesa dos direitos humanos, por exemplo, apontou em março do ano passado que o Facebook permitiu a propagação de desinformação que incitou violência, tanto no período anterior à eleição presidencial nos EUA quanto depois.

Ler matéria completa

×